Concessão da MG-290 e BR-459 será feita no segundo semestre deste ano

Sul de Minas

Concessão da MG-290 e BR-459 será feita no segundo semestre deste ano

Publicado

no dia

MG-290 passa por obras paliativas enquanto aguarda concessão para a iniciativa privada | Imagem: reprodução R24

O governo de Minas deve fazer a concessão das principais rodovias que cortam Pouso Alegre e região no segundo semestre de 2021. A informação é do secretário estadual de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

A concessão para a iniciativa privada deve ser feita por um período de 30 anos e a verba arrecadada na operação deve ser obrigatoriamente reinvestida em outras estradas da região que não entrarem no pacote, segundo informa o secretário.

“Tivemos uma reunião essa semana com vários prefeitos da região e combinamos de também investir recursos ao longo desse ano [na MG-290], agora em fevereiro já continua esse trabalho que vem sendo feito e ao longo do ano outras ações serão feitas para que ao final de 2021, quando a gente fizer a assinatura da concessão, a rodovia vai ter investimento ao longo de 30 anos”, disse ao G1.

Especialmente a MG-290 sofre com problemas de infraestrutura que ocasionam diversos acidentes fatais ao longo dos anos. O secretário sinalizou que as rodovias do Sul de Minas serão priorizadas na série de concessões de estradas que será feita pelo governo do Estado.

“O governo do estado vem estruturando um conjunto de lotes rodoviários em todo o estado, são sete lotes ao todo. Um deles é o que a gente chama de lote do Sul de Minas que foi priorizado como o primeiro a ser realizado. Temos equipes indo a campo para fazer a recontagem do tráfego [a partir de março]. Com isso, a gente já consegue entre abril e maio colocar a consulta pública e no segundo semestre assinar o contrato”, projetou

Cotidiano

Bombeiros resgatam cães que caíram em fenda em serra de Bom Repouso

Publicado

no dia

Imagem: divulgação/Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros resgatou três cães que caíram em uma fenda na Serra Pedreira dos Marques, em Bom Repouso, no Sul de Minas, na manhã desta quarta-feira, 10. Arriscado, o resgate ocorreu a uma altitude de 1,6 mil metros – veja o vídeo abaixo.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

Os bombeiros foram acionados por trabalhadores rurais que estavam próximos do local. Eles ouviram os latidos dos animais e, ao se aproximarem, perceberam que os cães estavam presos na fenda.

Os bombeiros chegaram rapidamente ao local e, após um trabalho meticuloso, conseguiram acessar a área onde os cães estavam presos.

Chovia bastante no momento do resgate um complicador a mais para a ação dos bombeiros, que já tinham o desafio de atuar em um local de difícil acesso. Usando técnicas de salvamento em altura e resgate em ambientes verticais, a equipe conseguiu resgatar os animais, que saíram todos ilesos.

Apesar de ninguém no local saber quem eram os tutores dos cães, os bombeiros soltaram os animais em um local seguro. “Os cães provavelmente retornarão para seus lares agora que estão livres”, afirmou um dos bombeiros envolvidos no resgate.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Cotidiano

Suspeito de integrar PCC e procurado pela Interpol é preso no Sul de Minas

Publicado

no dia

Imagem: divulgação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu nesta terça-feira, 9 de julho, um foragido da Justiça de Alagoas, acusado de tentar matar o próprio irmão e procurado pela Interpol por série de crimes e suspeitas de ligação com o PCC. O homem, de 32 anos, foi detido em Extrema, no Sul de Minas, enquanto acompanhava a esposa internada em um hospital.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

De acordo com a PCMG, a prisão foi realizada pela equipe da unidade de Polícia Civil em Extrema, sob orientação da Delegacia Regional de Pouso Alegre. O suspeito tinha um Mandado de Prisão Preventiva em aberto, emitido pela Justiça de Alagoas. Ele é acusado de atirar seis vezes contra o irmão, em dezembro de 2022, durante um desentendimento com a esposa da vítima. O irmão sobreviveu ao ataque, sendo atingido apenas uma vez.

Além deste crime, o foragido é apontado como integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) desde 2015. Em seu histórico criminal, constam passagens por homicídio e porte ilegal de arma de fogo em Alagoas, além de roubo à mão armada, estupro e sequestro em Pernambuco.

O suspeito foi encaminhado ao presídio local, onde aguardará transferência para Alagoas. “Nosso trabalho de investigação é sempre pautado pela colaboração, sobretudo quando se trata de suspeitos de alta periculosidade, sendo procurado pela Interpol e oferecendo graves riscos para a sociedade. Ficamos satisfeitos quando conseguimos dar a resposta necessária para manter a segurança pública”, declarou o delegado responsável, Fausto Manzieri.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Cotidiano

Latrocínio: polícia indicia jovem suspeito de matar idosa 71 anos em Itajubá

Publicado

no dia

Imagem: reprodução

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu nesta terça-feira, 9 de julho, o inquérito que apurou o assassinato de uma mulher de 71 anos em Itajubá, ocorrido em maio. Um jovem de 23 anos foi indiciado como suspeito do crime.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

Segundo a equipe da Delegacia Regional de Itajubá, o suspeito tinha contato com a vítima devido ao trabalho de ambos em uma instituição religiosa. Aproveitando-se da confiança, ele foi até o apartamento da idosa, sob o pretexto de conhecer um possível comprador para o carro que ela queria vender. Em determinado momento, o jovem agrediu e asfixiou a vítima, roubando joias, cartões bancários e a chave do veículo. Para tentar disfarçar o crime, ele alterou a cena, limpando e organizando o local para parecer uma morte natural.

Além disso, o investigado voltou ao apartamento em outra ocasião para tentar levar o carro, mas foi impedido pelo porteiro. “Todo o ambiente criado pelo autor, incluindo deixar o fogão ligado para simular outra situação, coloca a ordem pública em risco, por isso, entendemos que ele deve permanecer preso no decorrer do processo”, explicou o delegado Mario Roberto Rodrigues, responsável pelo caso.

Com a conclusão do inquérito, o delegado solicitou a prisão preventiva do suspeito, que já estava preso temporariamente. O jovem responderá por latrocínio, roubo seguido de morte e fraude processual.

“Fica a orientação e alerta que pertencer a uma instituição religiosa não é suficiente para garantir a idoneidade da pessoa que gere confiança incondicional para levar à sua casa. É importante conhecer realmente a pessoa para permitir a proximidade”, advertiu o policial civil.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Mais lidas