Vice-prefeito preso por corrupção em hospital indicou Ivermectina contra Covid-19

Política

Vice-prefeito preso por corrupção em hospital indicou Ivermectina contra Covid-19

Publicado

no dia

Imagem: reprodução

O vice-prefeito de Itajubá, Nilo Baracho (PMDB), foi preso nesta terça-feira, 20, por suspeita de corrupção no Hospital das Clínicas de Itajubá e na prefeitura.  Mas não foi a primeira vez que o político virou notícia nacional.

Em março de 2021, ele e o atual prefeito, Christian Gonçalves (DEM), gravaram um vídeo informando a população de que iriam disponibilizar nos postos de saúde da cidade, entre outros medicamentos, a Ivermectina para o tratamento precoce da Covid-19.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

Nilo, que também era secretário de Saúde de Itajubá – ele foi exonerado do cargo nas últimas horas, incentivava no vídeo que as pessoas recorressem ao tratamento precoce, ação sem comprovação científica e rechaçada pelos órgãos de saúde.

“Os nossos médicos dos postos de saúde poderão prescrever os medicamentos. É muito importante ressaltar, que ao aparecimento dos primeiros sintomas sugestivos de Covid-19, você deve procurar tratamento médico”, afirmava o vice-prefeito no vídeo de 2021.

Confira o vídeo de março de 2021:

Depois de enorme polêmica, à época, a Prefeitura de Itajubá excluiu o vídeo de suas redes sociais. Embora houvessem alguns estudos em andamento naquele período para averiguar alguma eficácia do vermífugo contra a Covid-19, a Ivermectina é indicada tão somente para o combate a parasitas. Nem mesmo a farmacêutica responsável por sua produção a indicava contra a doença. Posição idêntica era adotada pela Organização Mundial de Saúde, pela Associação Médica Brasileira, Sociedade Brasileira de Infectologia.

Ivermectina contra Covid foi anunciado em meio a colapso do sistema de saúde de Itajubá

Para piorar o contexto do anúncio feito pelos políticos, o sistema de saúde de Itajubá chegava ao seu colapso. O Hospital das Clínicas, que viria a ser implicado nos esquemas de corrução pelos quais o vice-prefeito é investigado,  viu os leitos de tratamento contra a doença se esgotarem.  O pronto socorro da unidade precisou ser fechado.

Além disso, à época, a cidade liderava o ranking regional de óbitos atribuídos à infecção provocada pelo coronavírus.

Vice-prefeito investigado por esquemas de corrução

O vice-prefeito e então secretário de Saúde de Itajubá (MG) foi preso nesta terça-feira, 20, em uma operação conjunta do Ministério Público e polícias Civil e Militar. Ele é investigado de ser o beneficiário de esquemas de corrução no Hospital das Clínicas de Itajubá e na Prefeitura da cidade.

De acordo com a investigação, no hospital eram emitidas notas de serviços não prestados. O pagamento feito aos fornecedores, na maioria das vezes em cheque, era transformado em ‘dinheiro vivo’ e supostamente repassado ao vice-prefeito.

Já na Prefeitura, eram desviados recursos de contratos de prestação de serviço. Pagamentos eram feitos acima do valor dos serviços prestados e/ou produtos adquiridos e então direcionados para contas de servidores municipais que, por sua vez, supostamente repassariam os valores ao vice-prefeito.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Política

Alba Junqueira vê medo do ‘coronelismo’ em Pouso Alegre e povo feito de ‘joguete’

Publicado

no dia

A pré-candidata Alba Junqueira durante entrevista ao R24 | Foto: reprodução R24

Na sequência da série de entrevistas que está fazendo com os pré-candidatos à Prefeitura de Pouso Alegre, O R24 entrevistou, na tarde de quinta-feira, 18, a pré-candidata do Partido Liberal, a empresária Alba Junqueira. A íntegra da entrevista de pouco mais de uma hora está sendo publicada nesta terça-feira.

> Confira o especial Eleições 2024
> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

Durante a entrevista, Alba falou de sua trajetória em Pouso Alegre, se apresentou como candidata conservadora, cristã e legítima representante, nas eleições locais, do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e dos principais nomes que orbitam em torno do bolsonarismo.

Questionada sobre se pretende levar para um possível mandato pautas ideológicas caras ao segmento mais conservador da sociedade, como a ‘ideologia de gênero’ e a ‘escola sem partido’, a pré-candidata foi direta. “São pautas muito caras para nós conservadores, a defesa da vida, a defesa de não se permitir as drogas, a não sexualização precoce das crianças. E é lógico que eu como candidata conservadora eu tenho o maio orgulho de dizer à população que eles terão uma pessoa disposta a cuidar do seu povo, das suas crianças diante daquilo que eu considero que são os valores que a gente precisa preservar”.

Mas foi na análise do cenário político de Pouso Alegre que ela foi mais contundente. Para a pré-candidata, há um ‘coronelismo’ instalado na cidade, um grupo que estaria preocupado apenas em se manter no poder e cuja influência no dia a dia das pessoas geraria medo.

“O povo é feito sempre de joguete nas mãos de político, sabe? Ele é tratado como se fosse, desculpa a palavra, curral eleitoral”, argumentou a pré-candidata.

A entrevista completa pode ser conferida no vídeo que abre este texto. A seguir, confira alguns trechos de destaque:

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Política

Cel. Dimas lança sua pré-candidatura à reeleição no dia 10 de maio

Publicado

no dia

O prefeito Cel. Dimas | Foto: Ascom/PMPA

O prefeito de Pouso Alegre (MG), Cel. Dimas (Republicanos), lança sua pré-candidatura à reeleição no dia 10 de maio, no Summit Hall. O evento começou a ser divulgado na manhã desta terça, 23, pelo presidente do Republicanos em Pouso Alegre, o ex-vereador Fred Coutinho.

> Confira o especial Eleições 2024
> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

De acordo com o dirigente partidário, o evento deve contar com a presença do senador Cleitinho e outras lideranças nacionais da legenda.

Além de lançar a pré-candidatura do atual prefeito, o evento também deve apresentar os pré-candidatos a vereador do Republicanos e demais partidos que apoiam Cel. Dimas, a saber: Novo, Podemos, MDB, PSD e Avante.

Cel. Dimas será o terceiro pré-candidato a realizar um evento a fim de apresentar seu nome ao público. Antes dele, Alba Junqueira e Leandro Morais já haviam lançado mão do mesmo expediente.

Saudação militar e nacionalismo

No convite virtual que anuncia o evento, Cel. Dimas aparece ao centro, prestando continência, ao lado de figuras proeminentes do Republicanos, como o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas e o próprio senador Cleitinho.

Além da saudação militar, o convite virtual está repleto de referências patrióticas, como a bandeira do Brasil e o hino nacional, em um claro aceno ao segmento conservador do eleitorado.

Vale observar que a saudação militar feita pelo atual prefeito, que é coronel da reserva da Polícia Militar, passou a marcar presença em algumas peças de divulgação do político desde que ele foi chamado de ‘coronelzinho’ pelo deputado federal Rafael Simões (União) no evento de lançamento da pré-candidatura de Leandro Morais (União).

A estratégia parece ser a de abraçar a alcunha e reforçar a ligação do atual prefeito com a Polícia Militar, instituição admirada pelos conservadores, público que deve ser o mais disputado das eleições que se aproximam.

Prazos para oficialização das candidaturas

Por enquanto, os nomes que se colocam para a Prefeitura de Pouso Alegre são considerados pré-candidatos. Isso por que a escolha oficial dos candidatos pelos partidos ocorrerá entre 20 de julho e 5 de agosto, durante as convenções partidárias. Já o registro das candidaturas, que é o que vale, pode ser feito até 15 de agosto.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Política

Presidente da Copasa anuncia início de obras e se desculpa com pouso-alegrenses

Publicado

no dia

Imagem: reprodução/Ascom/PMPA

O presidente da Copasa, Guilherme Duarte, esteve em Pouso Alegre nesta segunda-feira, 15, para finalmente assinar a ordem de serviço que dá início às obras que vão ampliar o potencial de captação, armazenamento e abastecimento de água na cidade, um investimento de R$ 63 milhões que promete por fim à falta de água crônica que afeta especialmente os bairros da região sul da cidade. As obras seguirão até o ano de 2027.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

Em conversa com a imprensa após o anúncio, o presidente admitiu que houve falta de planejamento da empresa, o que levou ao atraso de anos nos investimentos que só agora começam a ser feitos. Questionado pelo R24 se a companhia devia um pedido de desculpa aos pouso-alegrenses. Ele disse que sim.

Durante a passagem pelo município, o gestor também informou que estão sendo feitos investimento de R$ 16 milhões para ampliar o sistema de coleta e tratamento de esgoto.

Obras já podem ter início e devem focar localidades mais críticas

Segundo Duarte, a empresa que venceu a licitação já desembarcou na cidade com seus equipamentos e já começou a montar o canteiro de obras. Todas as três estações de tratamento de água em Pouso Alegre (ETAs do Chapadão, Mandu e Distrito Industrial) devem passa por ampliação em suas capacidades.

Além disso, serão instalados mais sete reservatórios de água na cidade para garantir o abastecimento de água mesmo em momentos em que a companhia precise interromper a produção de água por conta de uma manutenção preventiva ou emergencial. Há ainda a previsão de instalação de mais de 30 quilômetros de redes de distribuição de água.

A ideia é que os investimentos garantam que a Copasa tenha infraestrutura capaz de atender toda a população de Pouso Alegre pelas próximas décadas, já considerando a projeção de crescimento populacional do município.

As obras, porém, devem durar pelo menos 36 meses. Até lá, como fica a falta d’água? Duarte disse que a ideia é iniciar as intervenções pelas regiões mais críticas da cidade, resolvendo os maiores gargalos. Mas garantia mesmo de fim da falta de água só após a conclusão das obras.

Prefeitura fala em fiscalização para garantir que as obras saiam do papel e pequenas obras para reduzir risco de desabastecimento

O prefeito Cel. Dimas (Republicanos) participou do anúncio, que foi realizado em uma sala de eventos ao lado do almoxarifado da Prefeitura. Ao R24, ele afirmou que o município vai fiscalizar de perto as ações da Copasa para garantir que as obras saiam do papel.

Além disso, o prefeito explicou que a Copasa deve fazer pequenas obras e investimentos de efeito imediato, como a aquisição de geradores para evitar a interrupção no fornecimento de água durante quedas de energia.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Mais lidas