® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Pouso Alegre

Com chegada da Ômicron à região, Pouso Alegre apela a moradores que tomem a 3ª dose

Publicado

no dia

O prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões (DEM), e a secretária de Saúde, Sílvia Regina, fizeram um apelo nesta segunda-feira, 27, para que os moradores que já tomaram a segunda dose da vacina contra a Covid-19 há pelo menos quatro meses se dirijam às unidades de saúde para tomar a dose de reforço.

Além da baixa procura pela 3º dose, a grande preocupação das autoridades de saúde do município gira em torno da chegada da variante Ômicron ao Sul de Minas. Na última semana, Extrema, que já havia reportado um número indeterminado da variante, oficializou a descoberta de mais 23 casos da variante em uma mesma empresa. Além da cidade, municípios como Maria da Fé e Três Pontas também tiveram casos da variante.

Simões alertou que o aumento de casos da doença já começa a ser detectado na região. “Nós estamos tendo notícias de cidades circunvizinhas aonde o número de contaminados está muito grande. Nós não podemos começar o ano dando um passo atrás. Por isso, eu peço a todos vocês, não deixem de tomar a dose de reforço, isso é muito importante para que a nossa cidade continue imunizada.”

Onde se vacinar

As vacinas serão aplicadas no município até quinta-feira, 30, nos postos de saúde do Cidade Jardim, São Cristóvão e São João, das 13h às 19h; no Puericultura, das 08h às 19h, na Casa da Cultura, das 08h às 17h, e no Posto do Pão de Açúcar das 13h às 17h. As doses de reforço da vacina Janssen estão disponíveis no Puericultura

Estudos indicam que dose de reforço protege contra Ômicron

Os principais laboratórios do mundo têm conduzido estudos sobre a eficácia das vacinas contra a variante Ômicron. Os primeiros ensaios apontam que elas são eficazes contra os casos graves da variante, ainda que esta nova cepa do SARS-CoV-2 tenha um número maior de mutações. Chegaram a essa conclusão laboratórios que fabricam a Astrazêneca e a Pfizer, ambas aplicadas no Brasil, além da Moderna.

Já um estudo conduzido em Hong Kong para avaliar a eficácia da terceira dose da Coronavac contra a Ômicron mostrou que o imunizante não gera anticorpos suficientes para proteção contra a cepa. Por outro lado, o mesmo estudo mostrou que se pessoas vacinadas com duas doses da Coronavac receberem uma terceira da Pfizer, a proteção é atingida.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram

Esporte

Pouso Alegre fica só no empate com o Bahia de Feira, mas mantém vice-liderança

Publicado

no dia

Foto: Chiarini Jr / Roma Com Mkt

O Pouso Alegre ficou só no empate sem gols contra o Bahia de Feira (BA) em jogo válido pela quinta rodada da Série D do Brasileirão na tarde e início da noite deste sábado, 14. Mesmo jogando em casa, a equipe não conseguiu furar a defesa do time baiano, que veio ao Sul de Minas com a proposta clara de se defender e tentar impedir o jogo do Dragão.

Apesar do resultado aquém do esperado, o empate garante o Pousão na vice-liderança do grupo A6, com 10 pontos. A chave segue sob a liderança do Real Noroeste (ES), que foi a 12 pontos com a vitória de 1 a 0 sobre o Nova Venécia (ES).

Bahia de Feira se fecha na defesa, catimba e deixa jogo truncado

Apesar de dominar o jogo, o Pouso Alegre criou poucas oportunidades de gol e não conseguiu infiltrações na área da equipe visitante. De seu lado, o Bahia de Feira garantiu o empate se fechando na defesa e gastando o tempo de jogo com muita catimba e algumas simulações.

Pouco enfático nas marcações, o árbitro Jonathan Giovanella Vivian pouco fez para contornar o manifesto anti-jogo da equipe baiana.

Pousão vai a Araraquara na próxima rodada

Na próxima rodada, no sábado, 21 de maio, o Pousão vai a Araraquara (SP) enfrentar o Ferroviária. A partida está prevista para às 17h no estádio Fonte Luminosa.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Cotidiano

Curadora é presa por maus-tratos a mulher de 58 anos com problemas mentais

Publicado

no dia

Imagem: ilustrativa

Vítima foi encontrada caída em sua residência, sem cuidados mínimos de higiene, acompanhada de uma criança. A curadora não tem parentesco com a vítima, mas exerce o papel de sua responsável legal

Uma mulher de 36 anos foi presa na tarde desta quinta-feira, 12, no bairro Jardim Redentor, em Pouso Alegre, por maus-tratos a uma mulher de 58 anos com problemas mentais e debilidade física, de quem é responsável legal.

O caso precisou da intervenção da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. A força policial foi acionada por funcionários da Secretaria de Saúde de Pouso Alegre, que fazem o acompanhamento médico e social da mulher. O acionamento foi feito depois que a equipe não conseguiu acesso à casa da vítima.

“Foi narrado pelos funcionários da prefeitura às guarnições policiais que nesta ocasião, ao tentarem acessar a casa, não se fazia presente nenhum responsável legal pela mulher curatelada, estando no local apenas uma menor impúbere [criança]. Em razão disso, foi acionado o serviço policial para garantia do trabalho de saúde dos funcionários da prefeitura à mulher”, registra o informe policial.

Ainda de acordo com o informe, a equipe de saúde que tentava acesso à residência, ainda do lado de fora, conseguiu visualizar a vítima, que além de problemas mentais tem debilidade nos membros superiores. Ela estava caída ao solo “logo na entrada de um pequeno recinto, estando suja e sem os cuidados higiênicos básicos e os relacionados a saúde”.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado para prestar os primeiros atendimentos à vítima. Após ser localizada, sua curadora garantiu que o ocorrido se trataria de um episódio isolado, mas não adiantou, ela foi detida e conduzida até à delegacia em flagrante por maus-tratos.

Por se tratar de maus-tratos, com pena máxima inferior a dois anos, a curadora assinou um Termo Circunstanciado e se comprometeu a comparecer em juízo, sendo liberada em seguida.

Continuar lendo

Pouso Alegre

Prefeitura vai rescindir com empresa e pagar cartão-alimentação na conta dos servidores

Publicado

no dia

A prefeitura de Pouso Alegre informou na noite desta quinta-feira, 12, que entrou com processo de recisão de contrato contra a empresa que administra o cartão-alimentação dos servidores municipais e deve fazer o pagamento do benefício diretamente na conta dos servidores de forma emergencial até o dia 20 de maio.

De acordo com a prefeitura, embora os repasses do município estejam sendo feitos à empresa Sindplus, ela não estaria repassando os valores aos estabelecimentos comerciais credenciados.

Por conta disso, diversos supermercados e outros comércios de Pouso Alegre e região deixaram de aceitar o cartão, impedindo que os servidores pudessem usufluir do benefício.

Ainda de acordo com o município, além de iniciar o processo de recisão, o repasse que seria feito à empresa em maio, foi suspenso de forma cautelar.

O pagamento do benefício será feito diretamente na conta dos servidores até o dia 20 de maio.

Segundo a prefeitura, a forma de pagamento será adotada de maneira emergencial. “A medida permanecerá até que se ultime a rescisão e o processo de licitação, que resultará na contratação de uma nova empresa”.

Confira a íntegra do comunicado:

O município de Pouso Alegre informa que diante dos problemas com a SindPlus, empresa responsável pelo cartão de alimentação oferecido aos colaboradores da rede municipal e que não estava repassando o valor aos estabelecimentos credenciados, deu início ao processo administrativo de rescisão do contrato.

O município, que sempre cumpriu suas obrigações, realizou a retenção cautelar do pagamento a SindPlus, mas diante das falhas da empresa, a Prefeitura nessa semana e, por determinação do Prefeito, todos os servidores até a próxima sexta-feira (20/5) vão receber em folha salarial o saldo que seria disponibilizado no cartão.

A medida permanecerá até que se ultime a rescisão e o processo de licitação, que resultará na contratação de uma nova empresa. A Prefeitura ressalta ainda que o setor jurídico do município segue acompanhando o caso e que os servidores têm garantia de manutenção do benefício.

Continuar lendo

Mais lidas