Briga na Justiça: Unimed consegue liminar para manter atendimentos no HCSL

Pouso Alegre

Briga na Justiça: Unimed consegue liminar para manter atendimentos no HCSL

Publicado

no dia

Imagem: R24/arquivo

Dois dos maiores prestadores de serviços de saúde de Pouso Alegre iniciaram uma disputa ruidosa com consequências imprevisíveis para usuários de seus serviços.

Depois de não chegarem a um acordo de valores em um reajuste contratual, a Unimed e o Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL) agora duelam na Justiça para saber se os usuários dos planos da seguradora de saúde continuarão a ser atendidos no maior hospital da microrregião de Pouso Alegre.

O lance inicial que abriu a disputa ocorreu em 22 de novembro. A Fundação de Ensino do Vale do Sapucaí (FUVS), mantenedora do HCSL, enviou um comunicado à imprensa afirmando que “a partir do dia 01/01/2024 o Hospital das Clínicas Samuel Libânio NÃO PRESTARÁ atendimento aos conveniados desse plano de saúde”, se referindo à Unimed.

Ainda conforme o comunicado, a medida teria origem na “não renovação de acordo entre as partes”. O comunicado ainda fazia uma ressalva, indicando que caso houvesse “entendimento da Cooperativa UNIMED e o HCSL até 31/12/2023, haverá continuidade da assistência aos cooperados”.

Unimed consegue liminar na Justiça

Nesta quinta-feira, 07, foi a vez da Unimed conseguir uma liminar na Justiça que garante o atendimento de seus clientes no HCSL por prazo indeterminado.

A operadora de saúde emitiu um comunicado no qual classificou como ‘inconsequente’ a decisão do hospital. “A inconsequente decisão do Hospital das Clínicas Samuel Libânio em rescindir unilateralmente o credenciamento com a Unimed, afetaria o atendimento a mais de 100.000 clientes e mais de 500 médicos cooperados”.

A liminar que deu a salvaguarda à Unimed foi concedida pela 3ª Vara Cível de Pouso Alegre. É lá que a negociação contratual entre as partes deve ser decidida a partir de agora, segundo a própria Unimed.

HCSL se posiciona

Em nota enviada à imprensa, o HCSL afirma que sempre esteve aberto “à conciliação para manutenção do contrato, sendo que quem apresentou resistência à negociação foi a Unimed, inclusive com manifestação no processo sobre o desinteresse na audiência de conciliação”.

O hospital alega ainda que tentava buscar na renegociação do contrato condições “minimamente favoráveis para manutenção da prestação de serviços aos usuários da Unimed sem que, para tanto, colocasse em risco os atendimentos aos 3 milhões de usuários do SUS”.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Cotidiano

Encontrado adolescente que desapareceu a caminho da escola em Pouso Alegre

Publicado

no dia

O jovem Willian a caminho de casa após ser encontrado na Fernão Dias

Willian, o adolescente de 15 anos que estava desaparecido desde a manhã de ontem, 27, foi encontrado pela família em um posto às margens da rodovia Fernão Dias, no início da tarde desta quarta-feira, 28.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

O jovem, que tem o transtorno do espectro autista, saiu de casa por volta das 6h30 de terça-feira a caminho da escola Monsenhor José Paulino, onde cursa o 1º ano do Ensino Médio, e desde então não fora mais visto.

A família registrou boletim de ocorrência, se mobilizou e fez uma enorme campanha por meio das redes sociais, com posts sendo compartilhados milhares de vezes. Felizmente, deu resultado.

Horas de desespero

Mas, até o final feliz, foram cerca de 30 horas de angústia. A mãe do menino suspeitou do desaparecimento na tarde desta terça-feira, 27, quando o jovem não retornou da escola. Ela explica que ele deveria retornar por volta das 13h. Como Willian não retornou no horário de costume, ela imaginou que ele poderia ter ido para a casa da avó, o que não aconteceu.

A confirmação do desaparecimento veio quando ela descobriu que ele sequer teria chegado à escola. A partir daí, a família acionou a polícia, registrou o boletim de ocorrência e iniciou uma campanha nas redes sociais em busca de informações sobre o paradeiro de Willian.

“A gente não tem informação nenhuma, dele, nada, nada. Nem amigo, nem conhecido. Rodamos Pouso Alegre inteira de carro. Tivemos várias notícias, de que ele teria sido visto na [Avenida] Dique 2, no Cristo, muita gente falando, mas sem certeza de nada”, lamenta a tia de Willian Lydiane Funchal.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Cotidiano

Família procura por jovem autista que desapareceu a caminho da escola

Publicado

no dia

Willian foi visto pela última vez saindo de casa a caminho da Escola Monsenhor José Mendonça | Imagens: reprodução

A família do jovem Willian, de 16 anos, está a sua procura. O menino saiu para ir à escola por volta das 6h40 desta terça-feira, 27, e, desde então, não foi mais visto. Willian mora no bairro Tijuca e seguia para a Escola Monsenhor José Paulino, que fica no Centro de Pouso Alegre, onde cursa o 1º ano do Ensino Médio.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

De acordo com a mãe dele, Ariana de Oliveira, Willian é um menino tranquilo e nunca havia sumido. “Era de casa para a escola e da escola para a casa”, conta.

O que deixa os familiares ainda mais preocupados é o fato do menino ser diagnosticado com o transtorno do espectro autista. “Ele tem autismo, então, assim, ele pode estar completamente perdido”, afirma um primo em vídeo compartilhado nas redes sociais.

A mãe do menino suspeitou do desaparecimento na tarde desta terça-feira, 27, quando o jovem não retornou da escola. Ela explica que ele deveria retornar por volta das 13h. Como Willian não retornou no horário de costume, ela imaginou que ele poderia ter ido para a casa da avó, o que não aconteceu.

A confirmação do desaparecimento veio quando ela descobriu que ele sequer teria chegado à escola. A partir daí, a família acionou a polícia, registrou o boletim de ocorrência e iniciou uma campanha nas redes sociais em busca de informações sobre o paradeiro de Willian.

“A gente não tem informação nenhuma, dele, nada, nada. Nem amigo, nem conhecido. Rodamos Pouso Alegre inteira de carro. Tivemos várias notícias, de que ele teria sido visto na [Avenida] Dique 2, no Cristo, muita gente falando, mas sem certeza de nada”, lamenta a tia de Willian Lydiane Funchal.

Quem tiver qualquer informação sobre Willian, pode encaminhar para os telefones disponibilizado pela família, o (35) 99781-3840, e falar com Lydiane, ou o (35) 99717‑4818 e falar com mãe do jovem, Ariana.

Nas redes sociais, professores, amigos e até a Escola Estadual Monsenhor José Paulino ajudam a compartilhar publicações à procura do jovem.

A Polícia Militar também realiza buscas pelo garoto. Qualquer informação que possa ajudar a encontrá-lo pode ser repassada também às autoridades pelo telefone 190 ou pelo Disque Denúncia 181.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Cotidiano

Santa Rita retribui apoio e envia homens da Defesa Civil para ajudar Pouso Alegre

Publicado

no dia

Em 2019, a cidade de Santa Rita do Sapucaí foi atingida por uma violenta chuva de granizo. Nos dias seguintes, o município recebeu a solidariedade de diversas cidades da região, incluindo Pouso Alegre, que enviou apoio ao município vizinho.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

Nesta terça-feira, 27, foi a vez de Santa Rita retribuir a ajuda, enviando homens da Defesa Civil para auxiliar na limpeza e desinfecção de ruas no bairro São Geraldo e oferecer apoio aos moradores.

“A união entre cidades irmãs sempre foi valorizada por Pouso Alegre, e hoje expressamos nossa profunda gratidão a Santa Rita pelo apoio neste momento desafiador”, registrou a Prefeitura de Pouso Alegre em comunicado à imprensa.

Homens da Defesa Civil de SRS ajudam na limpeza do bairro São Geraldo, em Pouso Alegre | Foto: Ascom/PMPA

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Mais lidas