® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Pouso Alegre

Simões se reúne com presidente da Copasa e reafirma intenção de romper contrato

Publicado

no dia

O prefeito Rafael Simões fiscaliza prestação de serviço da Copasa em Pouso Alegre | Foto: Arquivo/Ascom/PMPA

Encontro foi revelado pelo presidente da Câmara de Vereadores, Bruno Dias. Dirigente da companhia teria tentado convencer o prefeito a desistir da ruptura, sem sucesso

O presidente da Câmara de Pouso Alegre, Bruno Dias (DEM), afirmou na noite desta terça-feira, 09, que o prefeito Rafael Simões (DEM) se reuniu com o diretor-presidente da Copasa, Carlos Eduardo Tavares de Castro, e, mesmo diante dos apelos em contrário do dirigente, optou por seguir com a rescisão de contrato com companhia de água e esgoto.

De acordo com o vereador, ele participou do encontro que ocorreu na quinta-feira, 04. “A situação é pela judicialização e pelo distrato”, afirmou durante seu pronunciamento na tribuna da Câmara durante a sessão ordinária do legislativo.

“Apesar de todos os esforços do presidente da Copasa em tentar de alguma forma propor algum tipo de mudança na postura da Copasa, infelizmente a gente chegou num ponto em que não é mais interessante para a população de Pouso Alegre a prestação de serviços que vem sendo feita pela Copasa”, refletiu Bruno Dias.

Água com fezes e químicos prejudiciais à saúde

Como o R24 mostrou na última semana, a Arsae, agência reguladora responsável por fiscalizar os serviços de saneamento em Minas Gerais, encontrou uma série de irregularidades no controle de qualidade da água fornecida pela Copasa aos moradores de Pouso Alegre. Dentre outros problemas, a fiscalização encontrou amostras de água com fezes e químicos prejudiciais à saúde humana.

Dentre outras ações em que é demandada na cidade, a Copasa já foi alvo de TACs junto ao Ministério Público, de comissões de investigação na Câmara de Pouso Alegre e ações judiciais da Prefeitura pedindo reparos ao município. As cobranças ocorrem principalmente por conta do lançamento de esgoto em mananciais, cobrança de taxas indevidas e má qualidade da água.

Prefeitura anunciou rompimento do contrato

Em dezembro do ano passado, o prefeito Rafael Simões. anunciou que tomaria as medidas necessárias para romper com a companhia e, então, abrir um processo de concessão a fim de repassar o serviço de água e esgoto a uma outra empresa.

“Nós queremos um serviço digno, como este que tem em Pará de Minas. Por isso estivemos com Antônio Júlio, que nos orientou para que tenhamos êxito nesse processo que vamos iniciar contra a Copasa. Agora não dá mais. Tentamos de todas as formas para que ela apresentasse um serviço de qualidade para o nosso povo. Não foi possível. Então vamos fazer a rescisão e vamos torcer para que Pouso Alegre tenha uma empresa tão boa como a que Pará de Minas conseguiu na licitação”, declarou o político após visita à cidade de Pará de Minas, município que, recentemente, rompeu com a companhia e realizou nova concessão do serviço de água e esgoto.

A batalha judicial em torno da ruptura não será simples. Atualmente, o contrato mantido entre o município e a companhia tem vigência até o ano de 2046. Até o momento, porém, a prefeitura não informou ter ingressado com a ação judicial requerendo a rescisão.

Para se ter uma ideia do jogo de xadrez que se inicia, nas últimas semanas, empresas de pesquisa de opinião fazem levantamentos na cidade para avaliar o humor da opinião pública quanto à disputa que se inicia. Nos bastidores, acredita-se que a pressão do público será um dos fatores determinantes na solução do conflito.

Pouso Alegre

Aplicação da 2ª dose da Pfizer é antecipada em Pouso Alegre

Publicado

no dia

A aplicação da 2ª dose da vacina Pfizer contra a covid-19 em Pouso Alegre foi antecipada. A Secretaria Municipal de Saúde convocou os moradores que tomaram a 1ª dose até 17 de agosto para comparecer aos postos de saúde ou no Pit Stop que acontece neste sábado, 16 de outubro, na Univas, Unidade Fátima, até às 16h.

Anteriormente, a previsão de intervalo entre 1ª e 2ª doses da Pfizer era de 90 dias, mas este prazo foi reduzido para 60 dias. Dessa forma, muitas pessoas que deveriam esperar para receber a segunda dose já podem se vacinar e devem procurar pelos postos de saúde.

A vacinação também ocorre em cinco Postos de Saúde de Pouso Alegre: Cidade Jardim, São João, São Cristóvão, Pão de Açúcar e Puericultura, das 13h às 19h.

 


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram

Continuar lendo

Cotidiano

Horto Florestal de Pouso Alegre volta a abrir aos finais de semana

Publicado

no dia

A partir de hoje, 16, o Horto Florestal Municipal de Pouso Alegre volta abrir para o público aos finais de semana. O parque natural, um dos mais frequentados pelas famílias locais, estava fechado aos fins de semana desde o início da pandemia.

Aos sábados e domingos, o parque volta a funcionar das 12h às 17. Durante a semana, de terça a sexta feira, ele abre das 7h às 17h. Na segunda-feira, o parque fica fechado para manutenção.

De acordo com a Prefeitura, “neste retorno haverá a adoção dos protocolos referentes à covid-19. A Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente pede para que a população respeite todas as medidas de segurança, cuidando uns dos outros”. O uso de máscara no local é obrigatório.

A entrada no parque é gratuita.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram

Continuar lendo

Cotidiano

Homem mata mulher e filha e depois comete suicídio no Jardim Aeroporto

Publicado

no dia

Tragédia familiar: Evandro matou a mulher e a filha e depois se enforcou | foto: Reprodução de redes sociais

Um homem de 47 anos matou a esposa, a filha e cometeu suicídio na sequência. A tragédia familiar ocorreu no Jardim Aeroporto, em Pouso Alegre (MG), na noite desta sexta-feira, 15.

O operador de máquinas Evandro Donizete Soares teria usado uma faca para matar a mulher, Suzan Flávia, de 44 anos, e a filha, Gabriely Aparecida, de 18, e depois se enforcou.

Mãe e filha foram encontradas pelos militares caídas no chão do banheiro e o pai dependurado com uma corda no pescoço, nos fundos da casa. O Corpo de Bombeiros foi chamado, mas todos já estavam mortos quando o socorro chegou.

Motivação

Ainda não está claro o que teria motivado Evandro a assassinar seus familiares. Uma de suas filhas, que conseguiu escapar do pai, disse a polícia que quando chegou em casa, encontrou o pai alterado. Ele tentou atacá-la com a faca que usou para matar a outra filha e a esposa, mas ela conseguiu fugir.

Familiares e conhecidos contaram aos policiais que o homem enfrentava problemas psicológicos por conta da perda recente dos pais, que morreram praticamente juntos, com diferença de cerca de um mês, e que abusava do álcool.

Caberá á Polícia Civil, cuja perícia se dirigiu para a cena do crime na noite de hoje, colher indícios para tentar determinar os fatores que provocaram a reação chocante de Evandro.

Os corpos já foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Pouso Alegre.

 


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram

Continuar lendo

Mais lidas