® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Pouso Alegre

Projeto de lei proíbe carnaval e cancela ponto facultativo em Pouso Alegre

Publicado

no dia

Prefeitura de Pouso Alegre vai proibir festas de carnaval e cancelar ponto facultativo | Foto: Arquivo/R24

Proposta foi enviada à Câmara de Vereadores pelo prefeito Rafael Simões e será votada nesta terça-feira, 02

Projeto de lei enviado pelo prefeito Rafael Simões (DEM) à Câmara de Vereadores cancela o ponto facultativo e proíbe qualquer festividade de Carnaval na cidade entre os dias 12 e 17 de fevereiro.

A proposta será votada nesta terça-feira, 02, em sessão ordinária da Câmara. O líder do governo na Casa, Reverendo Dionísio (DEM) já entrou com requerimento para que a matéria seja aprovada em votação única.

Cancelamento do ponto facultativo

O projeto de lei cancela o ponto facultativo para o serviço público municipal previsto para os dias 15, 16 e 17 de fevereiro. De acordo com a prefeitura, as “medidas necessárias para desestimular a ocorrência de eventos que
possam interferir negativamente no combate à pandemia”.

Proibição de qualquer evento de carnaval

Pelo texto do projeto ficariam proibidas: “a realização de eventos em ruas, casas de festas, bares, clubes, restaurantes, chácaras, sítios e locais similares, bem como a realização de quaisquer festas, blocos carnavalescos ou eventos de pré-carnaval, em ambientes abertos ou fechados, promovidos por iniciativa pública ou particular”.

Quem desobedecer as regras, pode ter o estabelecimento fechado de forma compulsória.

Confira a íntegra do projeto de lei: PROJETO DE LEI 1.132

Estado já cancelou ponto facultativo

O governo de Minas já havia cancelado o ponto facultativo do carnaval para os servidores do estado no dia 28 de janeiro, mas deixou a critério dos municípios uma possível adesão.

No governo federal, ainda não houve posicionamento quanto ao cancelamento ou não do ponto facultativo de carnaval.

Prefeitura liberou realização de eventos com aprovação da Vigilância Sanitária

Nesta segunda-feira, 01, a Prefeitura liberou a realização de eventos com mais de 20 pessoas desde que eles obtenham a aprovação de um protocolo sanitário junto ao departamento de Vigilância. 

Pouso Alegre

Pouso Alegre registra mais quatro mortes por Covid-19 e tem leve queda de novos casos

Publicado

no dia

Imagem: R24

O último boletim epidemiológico da Prefeitura, divulgado no final da noite de ontem, 12, mas referente ao dia 11 de maio, confirmou mais quatro mortes por Covid-19. A cidade soma agora 321 óbitos atribuídos à doença.

Ainda de acordo com o levantamento, 107 novos casos da doença foram confirmados em 24 horas. O número resulta em uma leve queda na média móvel diária de novos casos da doença, que, considerando os últimos sete dias, passou de 96,4 para 94.

Por outro lado, a média móvel diária de óbitos teve leve aumento, passando de 2 para 2,4, confirmando a tendência de estabilização observada ao longo dos últimos 10 dias, período em que a variação da média ficou no intervalo de 1,8 a 2,4 mortes por dia.

Ocupação de UTIs segue abaixo de 100%

Pelo segundo boletim consecutivo, a ocupação relativa das alas de UTI ficou abaixo de 100%, com 56 internações para 57 leitos disponíveis (98% de lotação).

Nas alas de enfermaria, a operação segue tranquila, com ocupação relativa de 55%. São 51 internações para 92 vagas disponíveis. No setor, a ocupação está abaixo de 100% há 17 dias. Apesar disso, é importante registrar que, em 24 horas, a ala recebeu 11 novos pacientes.

Das 107 pessoas internadas com a infecção na cidade, 75 são moradoras de Pouso Alegre e 32 de outros municípios da região.

Acumulado da pandemia

No acumulado da pandemia, a cidade soma 15.780 casos de Covid-19, dos quais 14.835 se referem a pacientes que já teriam se recuperado. Outras 624 pessoas seguem em acompanhamento. O número total de óbitos até aqui é de 321.

Continuar lendo

Pouso Alegre

Pouso Alegre recebe 400 doses de CoronaVac, mas 1.063 aguardam 2ª aplicação

Publicado

no dia

Com doses insuficientes, município entrará em contato com os moradores priorizando aqueles que estão com a vacinação mais atrasada

Pouso Alegre recebeu nesta quarta-feira, 12, mais 400 doses da CoronaVac para segunda aplicação da vacina contra a Covid-19. Além do imunizante que está em falta, a cidade ainda recebeu outras 2.890 doses da vacina AstraZeneca.

Na semana passada, a Prefeitura chegou a suspender a segunda dose de imunização para aqueles que se vacinaram com a CoronaVac por falta do imunizante.

As 400 doses enviadas hoje não são suficientes para vacinar nem metade do contingente que aguarda pela segunda aplicação, um total de 1.063 pessoas, de acordo com a Prefeitura.

Com doses insuficientes para completar o ciclo de vacinação com o imunizante, o município entrará em contato com as pessoas que estão com a dose atrasada, dando prioridade para aquelas que tomaram a vacina há mais tempo.

Já as doses de AstraZeneca deverão ser direcionadas aos seguintes públicos, de acordo com a planilha do governo de Minas:

  • Trabalhadores da Saúde: 559 doses
  • Pessoas de 85 a 89 anos: 957 doses
  • Pessoas de 65 a 69 anos: 1.370 doses

 

Continuar lendo

Política

Prefeitura rescinde contrato e repassa obras da Adolfo Olinto a nova empresa

Publicado

no dia

Obras na Adolfo Olinto entrarão em sua segunda etapa | Imagem: Ascom/PMPA

A empresa RX assumirá a segunda parte da intervenção que viveu às voltas com atrasos e trechos refeitos. A obra pretende dar ares de ‘shopping a céu aberto’ e melhorar a mobilidade do trecho da Adolfo Olinto ocupado por lojas, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais

Após uma série de atrasos e trechos de obras refeitas, a Prefeitura de Pouso Alegre anunciou nesta quarta-feira, 12, que rescindiu o contrato com a empresa que executava as obras de requalificação da Rua Adolfo Olinto, a Infraconn.

A empresa RX assumirá a segunda parte da intervenção que pretende dar ares de shopping a céu aberto ao trecho da Adolfo Olinto ocupado por lojas, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais.

O que começou como um incentivo ao comércio virou motivo de críticas do setor. No informe que distribui à imprensa, a administração municipal admitiu os problemas.

“A Prefeitura de Pouso Alegre está ciente de que houve transtornos na execução da primeira fase e está tomando todas as precauções para que não se repitam”, registra.

Segunda etapa das obras

Durante a execução da segunda fase da requalificação da via algumas ruas no entorno poderão ter o trânsito interrompido, diz a Prefeitura. Já o primeiro trecho continuará liberado para trânsito de veículos e pedestres.

O projeto na Rua Adolfo Olinto prevê alargamento de calçadas, nivelamento do piso da via (de modo a torná-la plenamente acessível), instalação de pequenas praças de convivência ao longo da rua com mobiliário urbano, paisagismo e iluminação.

O município não deu previsão para conclusão da obra, mas disse que trabalha para que ela se dê no prazo mais breve possível.

Continuar lendo

Mais lidas