® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Cotidiano

Disparada dos combustíveis: gasolina passa dos R$ 5,50 em Pouso Alegre

Publicado

no dia

Preço médio da gasolina comum na cidade ficou em 5,36 nesta segunda-feira. Maior valor encontrado pelo levantamento foi de R$ 5,54, o menor foi de R$ 5,188. Postos avisam que deve haver novos reajustes nos próximos dias

A gasolina comum já rompeu a barreira dos R$ 5,50 em Pouso Alegre. Levantamento feito pelo R24 junto aos postos de combustível da cidade mostra que o preço médio do combustível está em R$ 5,36.

O maior valor encontrado pelo levantamento foi R$ 5,549. O menor valor foi de R$ 5,188. A maior variação de preço encontrada, entre o valor mais alto e o mais baixo, ficou em 6,96%.

 

O levantamento do R24 levou em conta os valores praticados por 18 postos de combustíveis da cidade ao longo desta segunda-feira, 22.

E para quem se assustou com os preços dos combustíveis nesses últimos dias, as notícias não são nada boas. De acordo com postos ouvidos pelo R24, o combustível comprado hoje por esses estabelecimentos veio com novo reajuste, e ele deve ser repassado para os consumidores a partir desta terça-feira, 23.

Crise dos combustíveis

A alta dos combustíveis, que pesa sobre o bolso já vazio dos brasileiros em meio à pandemia, se converteu também em uma crise política nos últimos dias. A celeuma se dá em torno da Petrobrás, a estatal vem anunciando sucessivos reajustes dos combustíveis em suas refinarias.

O último deles se deu na quinta-feira (18), o preço médio de venda de gasolina nas refinarias da petrolífera passou a ser R$ 2,48 por litro, com um aumento médio de R$ 0,23, enquanto o preço médio do diesel foi para R$ 2,58 por litro, R$ 0,34 mais caro.

Foi a quarta alta do ano nos preços da gasolina e a terceira no diesel, levando os insumos a acumularem alta de  27,5% (diesel) e 34,8% (gasolina) em 2021.

A crise bateu na porta do Planalto. A alta dos combustíveis mexe com o humos dos brasileiros e, em especial, dos caminhoneiros, público caro ao governo de Jair Bolsonaro, mas que, nos últimos meses vem se afastando de seu núcleo duro e ameaça uma paralisação de grandes proporções, o que, a essa altura, poderia ser catastrófico do ponto de vista social e econômico.

O governo passou a anunciar sucessivas tentativas de reduzir impostos como o ICMS, emparedando, inclusive, governadores para que eles procedessem com a redução. Mas a medida mais estridente de Bolsonaro se deu na última sexta-feira, quando ele anunciou a troca de comando na presidência da Petrobrás.

Sai Roberto Castello Branco, aclamado pelo mercado, entra o general Joaquim Silva e Luna. A mudança foi recebida com terror pelo mercado financeiro. As ações da Petrobrás despencaram, a Bovespa abriu a semana em queda, enquanto o dólar subiu.

De seu lado, Bolsonaro dobrou a aposta e anunciou medidas para reduzir também as taxas ligadas á cobrança da energia elétrica.

Cotidiano

Operação Dínamo prende 15 por tráfico e associação para o crime em Itajubá

Publicado

no dia

Uma grande operação policial prendeu 15 pessoas investigadas por tráfico, associação para o crime, ocupação irregular de imóveis e uso clandestino de serviços e fornecimento de água e luz em Itajubá, no Sul de Minas Gerais.

Denominada ‘Operação Dínamo’, a ação foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (12/5) e contou com a participação das polícias Civil, Militar e Penal de Minas Gerais, Ministério Público e Guarda Municipal de Itajubá.

Ao todo, 250 policiais e guardas municipais cumpriram 31 mandados de busca e apreensão, além de um mandado de prisão contra um foragido. Outras 14 prisões e apreensões em flagrante também foram executadas.

Os trabalhos também contaram com o apoio de cães farejadores e uma aeronave, além de uma retroescavadeira que demoliu as construções precárias e irregulares no interior do condomínio Novo Horizonte.

De acordo com a Polícia Civil, a operação resultou de mais de três meses de investigações e levantamentos de informações.

Até o momento, foram apreendidos cerca de 30 quilos de drogas, entre maconha, skank, crack e cocaína, pássaros criados ilegalmente, cerca de R$ 50 mil em dinheiro e cheques, um simulacro de arma de fogo e 12 aparelhos celulares que serão usados para as investigações.

 

Continuar lendo

Cotidiano

Apreendido adolescente que participou de assalto a loja em que família foi feita refém

Publicado

no dia

Adolescente indicou a participação de outros dois homens no assalto a uma loja de Borda da Mata. Proprietário, sua esposa e filha pequena foram feitos reféns durante a ação e ameaçados de morte

Foi apreendido em Pouso Alegre um adolescente de 16 anos que confessou ter participado do assalto a uma loja de Borda da Mata na tarde de ontem, 11. Ele e um outro homem, este armado, invadiram o estabelecimento e fizeram o proprietário, sua esposa e filha pequena reféns, enquanto subtraíam itens do local.

A dupla amarrou o dono da loja e ameaçou matar a família durante o assalto. Eles ainda reclamaram do choro da criança, que estava no colo da mãe.

De acordo com a PM, os assaltantes levaram celulares, frascos de perfumes e bebida alcoólica do estabelecimento. Eles teriam deixado o local andando em direção à Avenida João Olivo Megale, onde teriam embarcado em Uno e fugido em direção desconhecida.

Assalto teve participação de três pessoas

Ao ser apreendido pela polícia, o adolescente indicou outros dois homens que teriam participado do assalto. A polícia afirma já ter a identidade da dupla. As investigações ficarão a cargo da Polícia Civil a partir de agora.

Assaltantes ameaçam matar a família

Imagens captadas pelas câmeras de segurança, registraram as ameaças. “Não tem dinheiro não? Não tem? É certeza?”, indaga o assaltante que está com a mochila na mão recolhendo eletrônicos da loja.

A mulher diz que não tem dinheiro ao que o assaltante que está armado ameaça: “Pra nóis centar o pau em vocês aqui é dois palitos. Nós mata oceis e some, nem polícia acha nóis”, diz o assaltante enquanto aponta a arma para o proprietário da loja.

O dono da loja, por sua vez, argumenta que os pertences da loja era tudo que ele tinha e pede que os assaltantes não machuquem sua família. Durante todo o assalto ele mantém um diálogo com os assaltantes, ressaltando que eles poderiam pegar o que quiser, contanto que não machucassem sua família.

Mesmo com a cooperação do proprietário da loja, a dupla manteve uma postura agressiva, com ameaças, em alguns momentos, chega a reclamar do choro da criança.

A certa altura, o homem que está armado recebe uma ligação e diz: “A gente está pegando aqui, pode ficar de boa”, indicando que eles recebiam suporte de um terceiro comparsa fora da loja, o que seria confirmado posteriormente pelo adolescente preso.

Continuar lendo

Cotidiano

Vídeo: assaltantes armados invadem loja em Borda da Mata e fazem família refém

Publicado

no dia

Assaltantes fazem família refém em loja de Borda da Mata | Imagem: reprodução

Dupla manteve reféns proprietário da loja, sua mulher e filha pequena, que estava no colo da mãe. Enquanto roubavam o estabelecimento, assaltantes ameaçavam matar a família e reclamavam do choro da criança

Assaltantes invadiram uma loja de vestuário e eletrônicos nesta terça-feira, 11, em Borda da Mata, no Sul de Minas Gerais, e fez uma família refém. A ação ocorreu no início da tarde e foi registrada por câmeras de segurança do estabelecimento.

As imagens mostram que ao menos um dos assaltantes estava armado. Eles dominaram o dono da loja, amarrando suas mãos e mantiveram refém sua mulher e filha pequena, que estava no colo da mãe, enquanto colocavam pertences da loja em uma mochila.

Nas imagens captadas pelas câmeras de segurança, é possível ouvir quando um dos assaltantes diz que a dupla seria de São Paulo e não teria nada a perder.

“Não tem dinheiro não? Não tem? É certeza?”, indaga o assaltante que está com a mochila na mão recolhendo eletrônicos da loja.

A mulher diz que não tem dinheiro ao que o assaltante que está armado ameaça: “Pra nóis centar o pau em vocês aqui é dois palitos. Nós mata oceis e some, nem polícia acha nóis”, diz o assaltante enquanto aponta a arma para o proprietário da loja.

O dono da loja, por sua vez, argumenta que os pertences da loja era tudo que ele tinha e pede que os assaltantes não machuquem sua família. Durante todo o assalto ele mantém um diálogo com os assaltantes, ressaltando que eles poderiam pegar o que quiser, contanto que não machucassem sua família.

Mesmo com a cooperação do proprietário da loja, a dupla manteve uma postura agressiva, com ameaças, em alguns momentos, chega a reclamar do choro da criança.

A certa altura, o homem que está armado recebe uma ligação e diz: “A gente está pegando aqui, pode ficar de boa”, indicando que eles recebiam suporte de um terceiro comparsa fora da loja.

A dupla teria fugido em um Fiat Uno com placas de Borda da Mata. Ainda não há informações sobre qual direção eles teriam tomado.

A Polícia Militar de Borda da Mata trabalha na captura dos assaltantes. Um menor de 18 anos já teria sido detido e reconhecido por uma das vítimas. Apesar de terem afirmado que seriam de São Paulo, ao menos um de dois suspeitos já identificados são do bairro São Cristovão, em Pouso Alegre.

Continuar lendo

Mais lidas