Acordo deve excluir lotéricas e tornar vigilância armada obrigatória só para bancos

Previous
Next
Previous
Next

Política

Acordo deve excluir lotéricas e tornar vigilância armada obrigatória só para bancos

Publicado

no dia

Vigilãncia armada 24 horas será exigida apenas para bancos em Pouso Alegre | Imagem: Agência Brasil

Câmara havia aprovado projeto de lei que obrigaria agências bancárias e lotéricas de Pouso Alegre a manterem a vigilância armada 24h. Após veto da administração Simões, acordo prevê nova tramitação da proposta e regulamentação que exclui lotéricas das novas exigências 

Os vereadores de Pouso Alegre derrubaram o veto da Prefeitura sobre o projeto de lei que obriga vigilância armada 24 horas por dia em bancos e outras instituições financeiras. Com a derrubada do veto, a proposta, que havia sido aprovada em dezembro do ano passado e precisava apenas da sanção do prefeito Rafael Simões (DEM), volta a tramitar na Câmara de seu ponto inicial.

Apesar do veto total da prefeitura seguido de sua derrubada, as manobras tratam, no final das contas, de um acordo entre Legislativo e Executivo. A ideia é que a Câmara aprove o projeto novamente e que, então, a proposta seja sancionada pela Prefeitura, que vai adequá-la por meio de um decreto, que excluirá a obrigatoriedade de as agências lotéricas cumprirem as novas exigências, ponto que preocupava esses estabelecimentos.

“Chegamos em um acordo de derrubar esse veto (…) Esse projeto será regulamentado pelo Executivo através de decreto e pode seguir a tramitação do projeto de forma regimental e tudo vai terminar bem”, garantiu o vereador Reverendo Dionísio (DEM).

Autor do projeto de lei, Oliveira Altair (DEM) ressaltou o acordo feito com a administração para salvar a proposta: “Em conversa com o prefeito ele também viu que esse projeto é um projeto de grande importância para a segurança, principalmente das pessoas mais idosas  no caixa eletrônico”, argumentou.

Quem também saiu em defesa da proposta foi o vereador Leandro Morais (PSDB). Ele lembrou que diversas cidades adotaram o projeto. “É um projeto que trata de ferramentas de segurança para usuários dos bancos. Vários municípios já adotaram essa prática e, com toda certeza tem um reflexo direto na segurança”, avaliou.

O presidente da Câmara, Bruno Dias (DEM), explicou que, após o veto, os vereadores teriam convencido o prefeito de que a regulamentação posterior da proposta era suficiente para promover a alteração desejada pelo município, mas, ainda segundo ele, por conta dos prazos regimentais não seria mais possível retirar o veto sem criar insegurança jurídica para a legislação.

O projeto

Além de no mínimo um vigilante armado 24 horas por dia, o projeto prevê que as instituições bancárias mantenham um vigilante de prontidão em um autoatendimento durante o expediente, além de um escudo de proteção ou cabine de ao menos dois metros de altura, com um assento para abrigar os profissional de segurança.

> Confira a íntegra da proposta

 Mesmo com ampla maioria na Casa, Simões é chamado ao diálogo

Não deixa de ser curioso que Câmara e prefeitura tenham chegado a bom termo em torno da questão. Com maioria esmagadora na Casa – ao menos 14 dos 15 vereadores dão amplo apoio à administração, chama atenção que o veto de Simões não tenha sido recebido de forma passiva.

Publicidade
Comentários

Economia

Aeroporto de Pouso Alegre é liberado para receber voos noturnos

Publicado

no dia

Imagem: divulgação/Ascom/PMPA

O aeroporto de Pouso Alegre foi finalmente liberado para receber voos noturnos. O anúncio foi feito no final da tarde desta segunda-feira, 19, em comunicado da Prefeitura, que tentava a homologação junto à Agência Nacional de Aviação Civil desde 2022. O município classificou a liberação como ‘histórica’.

Com a liberação de voos noturnos, o município espera ampliar consideravelmente o movimento de pousos e decolagens no aeroporto municipal, escancarando as portas para o turismo de negócios, setor com grande potencial de desenvolvimento na cidade, que abriga um enorme parque industrial com saída para os principais centros de consumo do Brasil.

“Atualmente, o aeroporto de Pouso Alegre é utilizado para operações com aeronaves particulares, governamentais, empresariais e de emergência. O funcionamento regular do aeroporto é indispensável para questões de alta importância, como saúde e segurança pública. É comum a utilização do aeródromo para o transporte de órgãos vitais para transplantes, transferência de pacientes, operações de segurança pública e por empresários que levam emprego para centenas de famílias e movimentam a economia da nossa cidade”, avaliou o Prefeito Coronel Dimas no comunicado enviado pela assessoria da Prefeitura.

Revitalizado, aeroporto terá espaços privatizados

O aeroporto municipal de Pouso Alegre foi completamente revitalizado ao longo dos últimos dois anos. Com investimentos de cerca de R$ 4 milhões, foi feita a ampliação da sala vip, da torre de controle, a revitalização completa do prédio principal do aeroporto e a infraestrutura do pátio comum que será utilizado pelos hangares a serem construídos pela iniciativa privada, isso porque o aeródromo municipal terá parte de seus espaços privatizados.

A outra melhoria feita no aeroporto foi justamente o balizamento noturno, ação que foi concluída em 2022, ano em que foi dada a entrada no processo de homologação de voos noturnos pela empresa Jazz Engenharia Aeronáutica, contratada para tanto.

O aeroporto municipal de Pouso Alegre está em operação desde o final da década de 1950. Atualmente, ele é o principal terminal aéreo da região do Vale do Sapucaí, sendo referência para 50 localidades.

Sua última homologação foi publicada em 13 de setembro de 200o por meio da Portaria DAC nº 1274/SIE, do Comando da Aeronáutica. Em 2015, o município firmou um convênio com a União, que delegou a administração e operação do aeroporto à cidade pelo prazo de 35 anos.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Política

Audiências públicas vão discutir enchentes em Pouso Alegre

Publicado

no dia

Imagem: divulgação/CB

A população terá a chance de discutir e se posicionar a cerca de um problema histórico em Pouso Alegre, os alagamentos que atingem diversas partes da cidade. A primeira rodada de debates do Plano Municipal de Macrodrenagem ocorre entre os dias 26 de junho e 5 de julho com participação aberta aos moradores – confira o calendário de audiências ao final do texto.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

As audiências serão conduzidas pela Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente, pasta responsável por elaborar o plano, que tem como objetivo diagnosticar problemas existentes e propor soluções para reduzir os impactos das inundações na cidade.

Ao longo das discussões devem ser debatidos temas como os alagamento na região central da cidade, em bairros como o São Geraldo e o Yara, as obras em curso para enfrentar essas inundações, mas especialmente como a cidade vai se planejar para o futuro, seja a partir de grandes obras de drenagem ou de orientações para a expansão urbana em áreas críticas, como no caso da recente discussão em torno da possibilidade de liberação de empreendimento imobiliários ás margens da Via Faisqueira.

No informe que envio à imprensa, a Prefeitura estimulou a participação da comunidade, afirmando ser “fundamental para o sucesso deste projeto”. Com base na contribuição dos moradores, o município vai definir “as prioridades e soluções mais adequadas para enfrentar os desafios das inundações em Pouso Alegre”, conclui.

Confira abaixo os locais, dias e horários das audiências:

Quarta-feira, 26/06, às 19h: Escola Municipal Dom Otávio, bairro Ribeirão das Mortes.

Quinta-feira, 27/06, às 19h: Escola Municipal Sabina de Barros Mendonça, bairro Cervo.

Sexta-feira, 28/06, às 19h: Salão Paroquial da Igreja São Francisco, bairro Faisqueira.

Segunda-feira, 01/07, às 19h: Escola Municipal Pio XII, bairro Cidade Jardim.

Quarta-feira, 03/07, às 19h: Faculdade de Direito do Sul de Minas (FDSM), Centro.

Quinta-feira, 04/07, às 19h: SESI/SENAI, bairro São Geraldo.

Sexta-feira, 05/07, às 19h: Salão Paroquial da Igreja São José do Pantano, bairro Pantano.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Política

Pagina no Facebook da Prefeitura de Ouro Fino é invadida com posts eróticos

Publicado

no dia

Imagem: reprodução/Facebook

A página oficial da Prefeitura de Ouro Fino (MG) no Facebook foi invadida na madrugada de quarta-feira, 12, possivelmente por hackers.  Desde então, foram feitas pelo menos 24 postagens de conteúdo erótico na página.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

A Prefeitura registrou um boletim de ocorrência, mas até o momento a página, que possui 23 mil seguidores, segue, aparentemente, sob o controle dos invasores. A Prefeitura decidiu, então, criar uma nova página no Facebook.

Invasão ocorreu na madrugada de quarta-feira

Imagem: reprodução

A primeira postagem foi feita às 2h02 da madrugada de quarta-feira, 12 e a mais recente às 14h44 desta sexta-feira, 14. Os posts mostram mulheres em poses sensuais, seminuas ou se despindo de peças íntimas.

Até o fechamento desta notícia, nenhum grupo hacker havia assumido o ataque.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Mais lidas