Zema tem 57% dos votos válidos e pode vencer no 1° turno, diz Datafolha

Minas

Zema tem 57% dos votos válidos e pode vencer no 1° turno, diz Datafolha

Publicado

no dia

Romeu Zema tem 57% dos votos válidos e pode ser reeleito para o governo de Minas no 1° turno. É o que aponta pesquisa de intenção de votos divulgada na noite desta quinta-feira, 29, pelo Datafolha.

Na segunda colocação, segue o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), com 34%. Na comparação com a pesquisa feita na semana passada, Zema oscilou 1 ponto percentual para baixo e Kalil 1 ponto para cima. A margem de erro do levantamento é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Os votos válidos são aqueles dados a um dos candidatos. Nesta conta, que é utilizada pela Justiça Eleitoral para totalização dos votos, votos brancos e nulos são excluídos.

Confira os percetuais de intenção de votos dos candidatos ao governo de Minas, segundo o Datafolha:

Renata Regina (PCB): 1%
Vanessa Portugal (PSTU): 1%
Marcus Pestana (PSDB): 1%
Cabo Tristão (PMB): 1%
Indecisos: 7%
Brancos e nulos: 6%

Sobre a pesquisa

Para chegar aos números divulgados, o Datafolha ouviu 1,5 mil eleitores em 81 municípios de Minas Gerais entre os dias 27 e 29 de setembro. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número 09084/2022.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Economia

Governo de Minas vai pagar 13º em parcela única no dia 14 de dezembro

Publicado

no dia

Vista da Cidade Administrativa | Gil Leonardi / Imprensa MG

O Governo de Minas Gerais anunciou nesta segunda-feira, 28, que vai pagar o 13º salário aos servidores estaduais, ativos e aposentados, e pensionistas, em parcela única, no dia 14 de dezembro.

Este é o segundo ano consecutivo, depois de seis anos em que o pagamento era feito em atraso ou parcelado, em que o abono natalino é depositado em dia.

São mais de 627 mil servidores e 52,5 mil pensionistas que, assim como em 2021, receberão o 13º salário. O valor total da folha de pagamento do Estado chega a R$ 3,5 bilhões, sem encargos patronais, com base nos dados de outubro de 2022.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Minas

Policiais militares de Minas vão usar câmeras nas fardas a partir de dezembro

Publicado

no dia

Vice-governador eleito coloca câmera na farda de policial | Foto: Cristiano Machado / Imprensa MG

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) vai começar a utilizar câmeras em suas fardas nos próximos dias. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (24), pelo secretário-geral do Estado, Mateus Simões (Novo) – que é também o vice-governador eleito, durante a segunda edição da Feira de Inovação Tecnológica, na Academia de Polícia Militar, em Belo Horizonte.

Segundo ele, num primeiro momento, serão 1.040 Câmeras Operacionais Portáteis (COP), que foram adquiridas e entregues à instituição em outubro e serão implementados até 8 de dezembro. Mais de 4 mil policiais de todas as regiões do estado farão uso da tecnologia, em turnos alternados, com o planejamento de distribuição de acordo com as diretrizes definidas pelo Estado-Maior da PMMG.

“Nos próximos dias, serão mais de 4 mil policiais que estarão nas ruas portando as câmeras, que acompanharão em tempo integral as operações, facilitando a apuração dos crimes. Integrando isso ao Olho Vivo, que é um projeto que ajuda no monitoramento da situação de segurança nas ruas, continuaremos comemorando a redução dos índices de criminalidade em Minas Gerais”, afirmou Professor Mateus.

O equipamento, já utilizado em estados como São Paulo, chegou a gerar debates acalorados durante as eleições, especialmente no estado paulista. O equipamento chegou a receber críticas das alas mais conservadoras, mas sua aceitação tem crescido com a queda de mortes na atuação policial diante de seu emprego.

Investimento

O investimento de R$ 2,4 milhões contempla, além da aquisição das 1.040 câmeras, 65 unidades de docas para fazer o download das imagens das câmeras e a recarga dos equipamentos, e ainda 1.040 pistolas de impulso elétrico, instrumentos de menor potencial ofensivo para auxiliar os militares em ações de defesa pessoal e de imobilização de suspeitos.

As 19 regiões da PMMG receberão as câmeras com acesso à internet, capazes de filmar, fotografar, transmitir em tempo real e oferecer a localização dos policiais por georreferenciamento.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Cotidiano

Operação do feriado da República nas estradas começa nesta sexta-feira

Publicado

no dia

Imagem: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizará a partir desta sexta-feira, 11, até 15 de novembro (terça-feira) a ‘Operação Proclamação de República 2022’ nas rodovias federais em Minas Gerais.

Durante este período, será reforçado o policiamento ostensivo preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade, de acordo com as estatísticas.

Como explica a PRF, “o dia comemorativo da Proclamação de República ocorre, este ano, em uma terça-feira, promovendo um feriado prolongado com consequente aumento no fluxo de veículos e de ônibus de passageiros nas rodovias federais. Esses fatores contribuem para o aumento da violência no trânsito, podendo provocar elevação na quantidade de acidentes graves, feridos e mortos”, aponta a corporação no informe divulgado à imprensa.

Por conta disso, a PRF vai direcionar ações de policiamento e fiscalização com foco na segurança viária, em especial na prevenção e redução da gravidade dos acidentes de trânsito, “bem como intensificar o enfrentamento à criminalidade no período da Operação”.

Restrições de tráfego

No feriado da Proclamação da República não haverá restrições para o tráfego de veículos de carga nas rodovias federais, sob circunscrição da PRF-MG.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Mais lidas