® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Minas

Minas pede quase R$ 1 bilhão ao governo federal para atender atingidos pelas chuvas

Publicado

no dia

Estado pretende fazer obras de recuperação da infraestrutura e criar programas de auxílio emergencial com pagamento de três parcelas de R$ 400 por família atingida, além de R$ 600 por pessoa para compra de mobiliário e eletrodomésticos

O Governo de Minas solicitou ao governo federal R$ 935,6 milhões para o enfrentamento dos danos causados pelas fortes chuvas que castigam o estado nas últimas semanas. O pedido foi formalizado, via ofício, após o encontro do governador Romeu Zema com os ministros do Meio Ambiente, Joaquim Álvaro Pereira Leite, e da Cidadania, João Roma, na Cidade Administrativa.

“Os recursos serão de extrema importância, pois temos milhares de pessoas desabrigadas e desalojadas nas regiões atingidas pelas chuvas que perderam suas casas e pertences. O momento é muito difícil”, afirmou o governador.

Para as obras de infraestrutura, foram requisitados R$ 409,5 milhões na recuperação de vias urbanas, pontes, estradas vicinais e limpeza urbana municipal.

Auxílios emergências para famílias atingidas pelas cheias

Na área de Desenvolvimento Social, o governo solicitou R$ 526 milhões. Deste valor, R$ 238,7 milhões serão destinados para a criação de um auxílio temporário para as famílias em situação de extrema pobreza.

Ao todo, o programa pretende destinar R$ 400 às famílias em situação de extrema pobreza inscrita no CadÚnico durante o período de três meses, nos municípios com calamidade declarada.

Outros R$ 45 milhões são para a criação do auxílio temporário para os desabrigados e desalojados para compra de móveis e eletrodomésticos. Serão R$ 600 por pessoa atingida. De acordo com a projeção, 20 mil pessoas desalojadas e 5 mil pessoas desabrigadas receberão o valor por três meses.

O valor de R$ 186 milhões foi solicitado por meio da linha de crédito União para construção de moradias em uma versão especial do programa Casa Verde e Amarela, com valor entre R$ 93 mil e R$ 112 mil por moradia.

Está previsto também um repasse da União para os municípios no valor de R$ 45 milhões, além de R$ 11,2 milhões para compras de cestas básicas a serem repassadas para as pessoas atingidas.

Situação de emergência

Minas Gerais já conta com 341 municípios em situação de emergência, um aumento de 196 municípios em 24 horas. As informações constam no boletim divulgado pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) nesta quarta-feira (12/1).

Ainda segundo o balanço, desde o início do período chuvoso, em outubro de 2021, foram 24 mortes em decorrência das tempestades, 3.992 desabrigados e 24.610 desalojados.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram

Emprego

Sejusp abre 3,5 mil vagas para agentes penitenciários em Minas. Veja como se inscrever

Publicado

no dia

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas (Sejusp-MG) abriu processo seletivo simplificado para contratar 3.506 agentes penitenciários para atuar em 19 cidades do estado, incluindo Pouso Alegre (178 vagas) e outras cidades do Sul de Minas.

Das 3.506 vagas, 2.953 são destinadas aos homens e 553 para mulheres. O salário previsto no edital é de R$ 5.097 para uma jornada de 40 horas semanais.

As inscrições para o processo seletivo foram abertas nesta quarta-feira, 03, e podem ser feitas pelo site da Fundação Getúlio Vargas, responsável por organizar a seleção, até às 16h do dia 25 de agosto. A taxa de inscrição é de R$ 44,95.

No momento da inscrição, o candidato deverá informar seu CPF e escolher para qual Região Integrada de Segurança Pública deseja concorrer.

> Acesse aqui o edital e o link para se inscrever no processo seletivo

Requisitos mínimos

Para participar do processo seletivo, o candidato deverá atender a alguns requisitos mínimos: ter ensino médio completo ou curso profissionalizante de ensino médio; ter idade mínima de 18 anos na data da assinatura do contrato; estar quite com a justiça eleitoral; não possuir acúmulo de cargos ou outro vínculo empregatício ativo à época da contratação; estar apto física e mentalmente para o exercício da função; estar quite com o serviço militar; ser brasileiro ou gozar das prerrogativas legais correspondentes.

Passo a passo da seleção

O processo seletivo de dividirá em três etapas: prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório; prova de aptidão física, de caráter eliminatório. Essas duas primeiras etapas são coordenadas pela FGV. Por fim, a Sejusp-MF conduzirá uma investigação social, também de caráter eliminatório.

A prova objetiva está marcada para o dia 9 de outubro, das 14h às 18h em locais definidos no edital. Já a avaliação física está prevista para ocorrer no dia 4 de dezembro. Também em dezembro deve ocorrer o processo de investigação criminal.

Confira as cidades com vagas para agente penitenciário:

  • Belo Horizonte: 27 vagas
  • Contagem: 1.035 vagas
  • Poços de Caldas: 382 vagas
  • Ipatinga: 377 vagas
  • Divinópolis: 277 vagas
  • Uberaba: 206 vagas
  • Pouso Alegre: 178 vagas
  • Montes Claros: 159 vagas
  • Uberlândia: 158 vagas
  • Lavras: 135 vagas
  • Curvelo: 135 vagas
  • Juiz de Fora: 89 vagas
  • Governador Valadares: 82 vagas
  • Teófilo Otoni: 81 vagas
  • Vespasiano: 67 vagas
  • Patos de Minas: 65 vagas
  • Sete Lagoas: 22 vagas
  • Barbacena: 22 vagas
  • Unaí: 9 vagas

Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Minas

Pesquisa: Lula e Zema venceriam no 1º turno. Simões é o 3º mais citado para deputado

Publicado

no dia

Imagem: montagem R24/ divulgação

Pesquisa DataTempo divulgada nesta segunda-feira, 25, traz uma radiografia abrangente do processo eleitoral em Minas. O levantamento foi realizado entre os dias 15 e 20 de julho e teve parte de seus dados divulgados nesta segunda, 25, pelo jornal O Tempo.

Segundo a pesquisa, se a eleição fosse hoje, e dependesse apenas dos mineiros, Lula (PT) e Romeu Zema (Novo) seriam eleitos já no primeiro turno.

Na disputa presidencial, Lula aparece com 45,1% das intenções de voto, contra 30% de Bolsonaro (PL). Considerando votos válidos, quando se exclui brancos e nulos, o petista chega a 52,8% dos votos válidos. Veja:

No levantamento para o governo estadual, Zema consolida sua liderança rumo à reeleição. As intenções de voto indicam que ele também poderia ser eleito no primeiro turno. Zema pontua 48,3% contra 23,2% do ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. Em votos válidos, o atual governador chega a 61,2% contra 29,3%.

 

 

Simões entre as maiores intenções de voto para deputado federal

Estreante na disputa por um cargo no Congresso, o ex-prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões (U. Brasil), também aparece na pesquisa do DataTempo, que fez um levantamento para medir os pré-candidatos mais lembrados pelo eleitor. Os entrevistados foram convidados a citar o nome dos deputados sem a apresentação de uma lista com nomes, metodologia conhecida como levantamento espontâneo.

Simões aparece como terceiro pré-candidato mais citado, com 0,4%, empatado com outros cinco candidatos, alguns deles conhecidos por atingir grandes votações: como Cleitinho Azevedo (PSC), Wellington Prado (PROS) e Rogério Correia (PT).

O ex-prefeito está à frente até mesmo do ex-governador Aécio Neves (PSDB), que hoje lidera a corrida para o Senado em Minas.

 

Dados da pesquisa

Pesquisa realizada pelo DATATEMPO com recursos próprios. Os dados foram coletados 15 de julho a 20 de julho de 2022. Foram realizadas 2 mil entrevistas domiciliares. A margem de erro é de 2,19%. O intervalo de confiança é de 95. Ela foi registrada com os números: TSE nº BR 08880 2022 e TRE nº MG 08733 2022.

 


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Minas

Zema anuncia redução do ICMS sobre o etanol em Minas

Publicado

no dia

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou no início da manhã desta segunda-feira, 18, em suas redes sociais, que o ICMS sobre os combustíveis será reduzido de 16% para 9%.

Segundo o político, a medida visa restabelecer a competitividade do insumo após a redução do ICMS sobre a gasolina.

“Além de seguir aliviando o bolso dos mineiros, a redução do imposto manterá a competitividade do biocombustível, importante gerador de empregos em nosso estado”, registrou Zema em seu twitter.

 

Continuar lendo

Mais lidas