® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Minas

Kalil fecha com Lula em Minas e quadro eleitoral começa a se definir

Publicado

no dia

O ex-prefeito de Belo Horizonte e pré-candidato ao governo de Minas, Alexandre Kalil (PSD) fechou apoio forma à candidatira do ex-presidente Lula (PT) em Minas.

A dobradinha enfrentava resistências diante do desejo de as duas legendas lançarem candidaturas próprias ao Senado, com Reginaldo Lopes pelo PT e Alexandre Silveira pelo PSD.

Foi necessário o envolvimento de Lula, que convenceu Reginaldo Lopes a abrir mão do Senado e coordenadar as alianças em Minas. Foi o próprio deputado quem primeiro anunciou o desfecho das negociações em seu Twitter.

“Tudo certo! @LulaOficial e @alexandrekalil juntos em Minas Gerais”, registrou em seu perfil nas redes sociais.

Na sequência, foi a vez de Kalil cravar ao compartilhar uma espécie de jingle que trata da aliança: “Eu sou de Minas Gerais, do coração do Brasil. Quero quem vai fazer mais, eu vou colar no Kalil. Lula e Kalil! A esperança que surgiu, Minas Gerais já aplaudiu”, diz um trecho da canção.

Discussão agora se dará em torno do vice

As negociações para fechar o palanque envolveu também a candidatura a vice-governador na chapa de Kalil. O posto seria ocupado por Agostinho Patrus (PSD) em uma chupa puro-sangue. Mas agostimho precisou abrir mão.

O candidato a vice deve vir do PT. Estão cotados André Quintão e Reginaldo Lopes. O primeiro foi indicação do próprio Kali, mas Lopes terá precedência na escolha, já que teve carta branca do partido para conduzir as negociações.

Pressão aumenta sobre Zema

A consolidação da aliança entre Lula e Kalil joga pressão sobre o projeto de reeleição de Zema, que, até aqui, lidera com folga as pesquisas de intenção de voto.

Apesar da frente de Zema, as pesquisas mostram que o apoio de Lula vitamina o desempenho de Kalil, a ponto do ex-prefeito ultrapassar o atual governador em algumas sondagens.

Para além das pesquisas, diante da articulação política de Kalil, Zema também terá que se mexer. Até aqui, o governador e seu partido não têm dado mostras de estarem dispostos a formarem alianças mais amplas, o que pode levar a uma debandada de potenciais apoiadores, casos de PSDB e União Brasil, por exemplo.

Minas

Romeu Zema é reeleito para o governo de Minas em primeiro turno

Publicado

no dia

Como apontavam as pesquisas eleitorais, o governador Romeu Zema (Novo) foi reeleito para mais quatro anos à frente do governo do estado.

Com 93,96% das urnas apuradas no estado, Zema somava 56,65% dos votos válidos dados pelos mineiros. Ao todo, o candidato do Novo já obteve mais de 5,7 milhões de voto.

O ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, está com 34,6% dos votos, equivalente a pouco mais de 3,5 milhões de votos.

Continuar lendo

Minas

Zema tem 57% dos votos válidos e pode vencer no 1° turno, diz Datafolha

Publicado

no dia

Romeu Zema tem 57% dos votos válidos e pode ser reeleito para o governo de Minas no 1° turno. É o que aponta pesquisa de intenção de votos divulgada na noite desta quinta-feira, 29, pelo Datafolha.

Na segunda colocação, segue o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), com 34%. Na comparação com a pesquisa feita na semana passada, Zema oscilou 1 ponto percentual para baixo e Kalil 1 ponto para cima. A margem de erro do levantamento é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Os votos válidos são aqueles dados a um dos candidatos. Nesta conta, que é utilizada pela Justiça Eleitoral para totalização dos votos, votos brancos e nulos são excluídos.

Confira os percetuais de intenção de votos dos candidatos ao governo de Minas, segundo o Datafolha:

Renata Regina (PCB): 1%
Vanessa Portugal (PSTU): 1%
Marcus Pestana (PSDB): 1%
Cabo Tristão (PMB): 1%
Indecisos: 7%
Brancos e nulos: 6%

Sobre a pesquisa

Para chegar aos números divulgados, o Datafolha ouviu 1,5 mil eleitores em 81 municípios de Minas Gerais entre os dias 27 e 29 de setembro. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número 09084/2022.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Minas

Datafolha: Zema segue na liderança folgada, com 53%. Kalil vai a 25%

Publicado

no dia

O governador Romeu Zema (Novo) e o ex-prefeito Alexandre Kalil (PSD), 1º e 2º colocados na corrida eleitoral segundo o Datafolha | Imagem: montagem/divulgação

Se a eleição para governador fosse hoje em Minas, o atual ocupante do cargo, Romeu Zema (Novo), venceria no primeiro turno. Ao menos segundo o instituto de pesquisa eleitoral Datafolha, que divulgou uma nova pesquisa para o posto na noite desta quinta-feira, 15.

Na pesquisa estimulada, quando uma lista de nomes é apresentada aos entrevistados, o atual governador marca 53% das intenções de voto, contra 25% do segundo colocado, o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD). Na comparação com a última pesquisa realizada pelo Datafolha, em 1° de setembro, Zema oscilou um ponto para cima e Kalil avançou três pontos.

Confira os percentuais dos candidatos a governador em Minas na pesquisa estimulada do Datafolha:

  • Romeu Zema (Novo): 53% (+1%)
  • Alexandre Kalil (PSD): 25% (+3%)
  • Carlos Viana (PL): 5% (+1%)
  • Vanessa Portugal (PSTU): 1% (-1%)
  • Cabo Tristão (PMB): 1% (=)
  • Marcus Pestana (PSDB): 1% (=)
  • Renata Regina (PCB): 1% (=)
  • Em branco/nulo/nenhum: 7% (-1%)
  • Não sabe: 7% (=)

Três candidatas não foram citadas e ou não conseguiram pontuar: Indira Xavier (Unidade Popular), Lorene Figueiredo (PSOL) e Lourdes Francisco (PCO).

Zema também lidera na pesquisa espontânea, que é quando os entrevistados citam um nome sem receber a cartela de candidatos:

  • Romeu Zema (Novo): 31% (+2%)
  • Alexandre Kalil (PSD): 15% (=)
  • Carlos Viana (PL): 2% (+1%)
  • Candidato apoiado pelo Lula: 1%
  • Outras respostas: 5% (+2%)
  • Marcus Pestana (PSDB): 1% (=)
  • Renata Regina (PCB): 1% (=)
  • Em branco/nulo/nenhum: 7% (+3%)
  • Não sabe: 40% (-8%)

Simulação de segundo turno

O Datafolha fez uma sondagem para projetar o 2º turno entre Zema e Kali. Neste cenário, Zema vence com folga, com 60% a 33%. Na rodada anterior, os candidatos tinham, respectivamente, 59% e 31%.

Dados da pesquisa

A pesquisa ouviu 1.212 pessoas entre os dias 13 e 15 de setembro em 62 cidades mineiras. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número MG-03417/2022.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Mais lidas