Com Nikolas e Cleitinho, Zema diz que alunos podem ir às escolas sem tomar vacina

Minas

Com Nikolas e Cleitinho, Zema diz que alunos podem ir às escolas sem tomar vacina

Publicado

no dia

Celtinho, Zema e Nikolas | Imagem: reprodução

Apesar da fala de Zema, governo de Minas exigiu caderneta de saúde atualizada para crianças de até 10 anos durante o período de matrículas para o ano letivo de 2024, assim como fazem os municípios mineiros

O governador Romeu Zema (Novo) usou suas redes sociais neste domingo, 06, para afirmar que os alunos poderão frequentar as aulas da rede estadual de ensino de Minas Gerais sem tomar vacina.

“Aqui em Minas todo aluno, independente de ter ou não vacinado, terá acesso às escolas”, afirmou o político.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

Ele gravou o vídeo ao lado de duas estrelas do bolsonarismo, o deputado Nikolas Ferreira (PL) e o senador Cleitinho (Republicanos). No vídeo compartilhado nas redes sociais do trio, os políticos defendem a não obrigatoriedade da vacinação das crianças como forma de preservar a liberdade de pais e crianças, mas afirmam não serem contra a ciência.

A ação em Minas faz coro à medida já adotada em Santa Catarina pelo governador Jorginho Melo (PL), outro expoente do bolsonarismo.

Falas contrariam orientação do Ministério da Saúde

As falas dos políticos contrariam a orientação do Ministério da Saúde, que tem uma lista de imunizantes básicos para crianças em idade escolar. Em tese, no ato da matrícula, o cartão de vacina deve ser apresentado para que os alunos possam seguir ou serem matriculados, uma forma de pressionar os pais a seguirem o calendário de vacinação.

O Brasil, que é considerado modelo na abrangência de seus programas de imunização infantil, tem enfrentado dificuldades com o aumento da desconfiança em torno das vacinas. Especialistas em saúde pública têm manifestado preocupação com a queda na cobertura vacinal entre o público – atribuída a campanhas de desinformação, e temem a volta de doenças já erradicadas como a poliomielite.

Governo de Minas cobrou caderneta de saúde para crianças de até 10 anos

Apesar da fala de Zema, a resolução nº 4.917, de outubro de 2023, da Secretaria de Estado de Educação, que estabeleceu as normas para matrículas na rede estadual de ensino, cobrou a caderneta de saúde ou o cartão da criança atualizados para crianças de até 10 anos. 

Está lá no último item do artigo 18, que estabelece os documentos obrigatórios que devem ser apresentados no ato da matrícula: “Cartão da Criança atualizado ou Caderneta de Saúde atualizada para os estudantes com até 10 (dez) anos de idade, original e cópia”.

Chama atenção, também, o fato de Zema ter gravado o vídeo na véspera da volta às aulas, quando o período de matrículas já ficou para trás. 

Além disso, o governo do estado, em geral, mantém escolas de ensino médio, com alunos acima dos 14 anos. Apenas excepcionalmente o estado mantém escolas de educação infantil, tarefa que é responsabilidade dos municípios. É nessa faixa de ensino que estão os alunos de até 10 anos, faixa etária para a qual constam os imunizantes básicos indicados pelo Ministério da Saúde.

Em Pouso Alegre, por exemplo, assim como em anos anteriores, a Secretaria Municipal de Educação seguiu exigindo a apresentação do cartão de vacina no ato da matrícula para o ano letivo de 2024.

 

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Minas

Levantamento mostra Simões como 7º deputado federal mais rico de Minas

Publicado

no dia

Imagem: reprodução de redes sociais

Um levantamento realizado pelo jornal Estado de Minas no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) colocou o ex-prefeito de Pouso Alegre (MG) Rafael Simões (União) como 7º mais rico entre os 53 deputados federais da bancada mineira.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

O rankink feito pelo jornal leva em conta a declaração de bens que os parlamentares fizeram para o TSE em 2022. Naquele ano, Simões declarou possuir um total de R$ 3,4 milhões em bens imóveis, móveis, aplicações e reservas financeiras.

Simões teve redução de patrimônio em 2020 e aumento em 2022

Quando venceu a eleição para prefeito de Pouso Alegre em 2016, Rafael Simões declarou um total de R$ 3,049 milhões em bens. Quatro anos depois, quando disputou a reeleição, em 2020, declarou um valor ligeiramente menor, R$ 2,9 milhões. Na eleição de 2022, porém, o patrimônio passou para R$ 3,4 milhões, um aumento de cerca de 17%, sem considerar a inflação do período.

Antes de entrar para a política, Simões construiu seu patrimônio como advogado e atividades empresariais ligadas especialmente à agropecuária.

Confira o ranking dos deputados federais mais ricos de Minas

Segundo o levantamento do EM, o deputado federal mais rico da bancada mineira é Hercílio Coelho Diniz, que acumula um patrimônio de R$ 65 milhões. Em seu segundo mandato, o parlamentar é ligado à rede de supermercados Coelho Diniz.

Posição Deputado Patrimônio declarado
1 HERCILIO COELHO DINIZ R$ 65.903.045,68
2 MISAEL VARELLA R$ 43.067.558,70
3 DR MÁRIO HERINGER R$ 10.335.687,72
4 EUCLYDES PETTERSEN R$ 5.278.028,08
5 PAULO ABI-ACKEL R$ 4.736.332,49
6 FRED COSTA R$ 4.453.760,51
7 RAFAEL SIMOES R$ 3.457.561,40
8 STEFANO AGUIAR R$ 3.258.208,87
9 IGOR TIMO R$ 3.154.592,97
10 LUIS TIBÉ R$ 3.081.969,28
11 LUIZ FERNANDO R$ 2.756.874,93
12 DELEGADA IONE BARBOSA R$ 2.706.637,00
13 DOMINGOS SÁVIO R$ 2.469.204,93
14 RODRIGO DE CASTRO R$ 2.402.596,42
15 WELITON PRADO R$ 2.212.314,96
16 NEWTON CARDOSO JR R$ 2.029.907,21
17 AÉCIO NEVES R$ 1.943.933,43
18 PAULO GUEDES R$ 1.918.966,97
19 GREYCE ELIAS R$ 1.690.398,48
20 LINCOLN PORTELA R$ 1.638.089,42
21 DR, FREDERICO R$ 1.626.314,54
22 EROS BIONDINI R$ 1.407.623,65
23 ROSÂNGELA REIS R$ 1.204.238,47
24 MARCELO ÁLVARO ANTÔNIO R$ 1.196.659,60
25 DIEGO ANDRADE R$ 1.116.960,00
26 PATRUS ANANIAS R$ 1.025.194,65
27 PEDRO AIHARA R$ 930.194,01
28 ZÉ VITOR R$ 816.000,00
29 BRUNO FARIAS R$ 804.739,83
30 DIMAS FABIANO R$ 747.777,88
31 ROGÉRIO CORREIA R$ 717.582,00
32 ODAIR CUNHA R$ 673.279,79
33 REGINALDO LOPES R$ 654.782,00
34 PINHEIRINHO R$ 594.221,51
35 JUNIO AMARAL R$ 581.733,00
36 DELEGADO MARCELO FREITAS R$ 486.675,25
37 LAFAYETTE ANDRADA R$ 461.634,80
38 ANA PIMENTEL R$ 442.438,43
39 NELY AQUINO R$ 439.692,38
40 ZÉ SILVA R$ 400.000,00
41 EMIDINHO MADEIRA R$ 384.063,96
42 LEONARDO MONTEIRO R$ 339.000,00
43 MAURICIO DO VOLEI R$ 305.000,00
44 ANDRÉ JANONES R$ 293.787,09
45 SAMUEL VIANA R$ 289.873,04
46 PADRE JOÃO R$ 165.134,66
47 GILBERTO ABRAMO R$ 159.110,00
48 DANDARA R$ 103.921,49
49 ANA PAULA JUNQUEIRA LEAO R$ 62.632,29
50 CÉLIA XAKRIABÁ R$ 42.153,75
51 NIKOLAS FERREIRA R$ 36.820,46
52 DUDA SALABERT R$ 26.709,40
53 MIGUEL ÂNGELO R$ –

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Educação

Governo de Minas convoca mais de 2 mil aprovados em concurso da educação

Publicado

no dia

Imagem: reprodução/Agência Minas

O Governo de Minas publicou nesta quarta-feira (19/6) a nomeação de 2.082 candidatos aprovados no Concurso Público realizado pela Secretaria de Estado de Educação em 2023 – acesse a lista abaixo.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

Entre os contemplados estão 335 Analistas Educacionais (ANE), 271 Técnicos da Educação (TDE), 193 Analistas de Educação Básica (AEB) e 1.283  Assistentes Técnicos de Educação Básica (ATB) para atuar no Órgão Central da SEE/MG, em Belo Horizonte, e nas 47 Superintendências Regionais de Ensino do estado.

> A lista completa pode ser conferida no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais.

A publicação é o primeiro lote do anúncio feito pela SEE/MG para a nomeação dos  novos candidatos aprovados para ingressarem na rede estadual de Minas Gerais, conforme destaca a subsecretária de Gestão de Recursos Humanos, Gláucia Ribeiro.

No mês de julho, serão publicadas as nomeações de quase 4 mil candidatos aprovados dentro do número de vagas do edital. Os candidatos devem ficar atentos às publicações oficiais no Diário Oficial e no site da Fundação Getúlio Vargas, executora do certame, onde todas as informações relevantes serão divulgadas. Além disso, é fundamental acompanhar o Diário Oficial para tomar conhecimento sobre a data da perícia médica.

Sobre o concurso

O concurso público contou com duas etapas: prova objetiva e redação, de caráter eliminatório e classificatório, e avaliação de títulos, de caráter classificatório. Realizado nos dias 22 e 29/10 de 2023, o certame ofereceu oportunidades para diversas carreiras do quadro de pessoal da SEE/MG.

Foram 465 locais de provas, distribuídos em 45 municípios mineiros, incluindo as cidades-sede de cada Superintendência Regional de Ensino (SRE) e Belo Horizonte (SREs Metropolitanas A, B e C).

As vagas foram destinadas para atuação em Unidades de Ensino, Superintendências Regionais de Ensino (SREs), Núcleos de Acolhimento Educacional (NAE), Centros de Referência em Educação Especial Inclusiva (CREI) e Unidade Central.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Minas

Diagnósticos equivocados podem ter inflado epidemia de dengue em Minas

Publicado

no dia

A epidemia de dengue em Minas Gerais, que já registrou 795.820 casos em 2024, pode estar sendo inflada por diagnósticos equivocados. A febre oropouche, confirmada em 72 pessoas neste ano, é suspeita de ter sido confundida com dengue ou chikungunya devido à semelhança dos sintomas, segundo a Secretaria de Estado de Saúde.

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

O secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, explica que o vírus oropouche pode estar circulando no estado desde o ano passado. “Na região Leste de Minas e no Vale do Aço, onde achávamos que a chikungunya estava vindo muito forte, vimos que boa parte disso é febre oropouche. Provavelmente, esse vírus já estava circulando pelo menos desde o ano passado”, afirmou Baccheretti.

Os sintomas semelhantes, como febre, dor de cabeça e dor nas articulações, dificultaram a distinção entre oropouche, dengue e chikungunya. Isso levou a erros de diagnóstico, que agora estão sendo corrigidos com exames específicos, implementados após estados vizinhos, como Bahia e Espírito Santo, registrarem casos de oropouche.

“É uma doença que tem sintomas muito parecidos com a dengue e, especialmente, a chikungunya, como febre, dor de cabeça e dor nas articulações. Acabava que o diagnóstico, até então, era dado como dengue ou chikungunya”, prosseguiu o secretário.

A partir de agora, esses testes serão incorporados à rotina da secretaria, juntamente com os de dengue e chikungunya, reduzindo a probabilidade de erros futuros. Apesar do aumento nos casos, Baccheretti tranquiliza a população, afirmando que não será necessário reforço na rede hospitalar. “Não há qualquer caso de morte ou paciente em estado grave vinculado a essa doença”, disse ele.

O secretário também ressaltou que a febre oropouche não deve se expandir significativamente, pois, até o momento, não há relatos de transmissão pelo Aedes aegypti. A doença é transmitida por um mosquito comum em áreas de rios, matas e mangues, o que limita sua disseminação em áreas urbanas.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Mais lidas