® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Esporte

Prata da casa, Lucas Silva decide nos pênaltis e vira curinga no Pousão após desfalques

Publicado

no dia

O pouso-alegrense Lucas Silva foi decisivo na vitória do Dragão sobre a Caldense na tarde deste sábado. Ele cobrou e converteu a sexta cobrança de pênalti, que sacramentou a vitória da equipe sobre a Veterana por 6 a 5.

Além de celebrar sua contribuição decisiva para a vitória, o jogador, que entrou no segundo tempo da partida, no lugar de Danilo Bala, espera servir de opção para o treinador Emerson Ávila na final contra a URT, na próxima quarta, 05, em Patos de Minas.

A seu favor, o atleta tem um trunfo importante. Com a equipe sofrendo com diversos desfalques, ele se tornou um jogador ‘curinga’, com condições para atuar em várias posições em campo.

Confira a entrevista que ele deu após a vitória sobre a Caldense:

 

Esporte

Pousão vence a URT nos pênaltis e é campeão do Troféu Inconfidência

Publicado

no dia

Foto: Chiarini Jr.

O Pouso Alegre venceu a URT nos pênaltis, na noite desta quarta-feira, 05, em Patos de Minas, e conquistou o Troféu Inconfidência, o terceiro título da equipe em três anos.

Depois de um empate sem gols no estádio Zama Maciel, a decisão do torneio foi para os pênaltis e o Pousão superou a equipe de Patos de Minas por 4 a 2.

Converteram suas cobranças para o Pouso Alegre, Arilson, Johnny, Pedrinho e Lucas Silva. Do lado da URT, Mateus e Diogo fizeram, enquanto João Paulo e Romário desperdiçaram. O Dragão nem precisou cobrar o quinto pênalti.

O jogo

O Pousão dominou a maior parte do confronto, mantendo a posse de bola e controlando o ritmo da partida.

Apesar disso, sofreu com a falta de referência no ataque, tendo muita dificuldade para concluir as jogadas ofensivas.

No primeiro tempo, as melhores oportunidades do time saíram dos pés do meia Erick, em dois chutes de fora da área que passaram próximos à trave esquerda do goleiro Renan.

No segundo tempo, o Pousão consolidou seu domínio em campo, com o capitão Leandro Salino organizando a saída de bola e fazendo as jogadas chegarem aos pés de Erick para armação dos lances ofensivos. A posse de bola, porém, não se traduzia em gols.

Na melhor chance da etapa final, Salino recebeu bola enfiada entre a zaga dentro da área e conseguiu boa finalização, mas parou em boa defesa de Renan.

Chance de vaga na Copa do Brasil e vaga garantida na Série D

O Pousão já tem garantida sua participação na Série D do Brasileirão no ano que vem. Agora, com o título do Troféu Inconfidência fica na expectativa de uma vaga na Copa do Brasil, o que pode acontecer se uma das equipes mineiras que já têm vaga no torneio, conquistar vaga na Libertadores, o que abriria uma quinta vaga para o estado.

A conquista também garante o Pousão no jogo contra o Tombense, em 2022. O confronto é válido pela Recopa, uma espécie de tira-teima entre o melhor classificado do interior no Campeonato Mineiro e o ganhador do Troféu Inconfidência.

Veja imagens da final:

Continuar lendo

Esporte

Pousão encara a URT em busca do título do Troféu Inconfidência

Publicado

no dia

Dragão tenta terceiro título após seu retorno ao futebol profissional | Foto: Divulgação/PAFC

O Pousão entra em campo daqui a pouco na luta por mais um título. Ele encara a URT, em Patos de Minas, no estádio Zama Maciel, pela final do Troféu Inconfidência. A bola rola a partir das 19h com transmissão ao vivo pelo site da Federação Mineira de Futebol.

Naquela que já é a fase mais vitoriosa de sua história, o Dragão tenta a conquista de seu terceiro título em três anos. Em 2019, venceu a Segundona do Mineiro e, em 2020, o Módulo II. É bom lembrar  que a classificação na primeira fase do Mineiro já valeu ao time uma vaga na Série D do Brasileirão e calendário cheio na temporada de 2022.

Para trazer a taça para Pouso Alegre, o Dragão precisa de uma vitória simples. O empate leva a decisão para os pênaltis. Foi nos pênaltis, aliás, que as duas equipes se classificaram para a final.

O Pousão passou pela Caldense, no Manduzão, depois de um empate sem gols. Já a URT superou o Athletic, após um empate em 1 a 1 no tempo normal.

A equipe de Pato de Minas joga em casa por ter feito melhor campanha que o Pousão na primeira fase do Campeonato Mineiro. Ela ficou em 5º, o Dragão em 6º. O torneio até poderia ser decidido em jogos de ida e volta, mas as equipes optaram por jogo único por conta da pandemia.

O Troféu Inconfidência

O Troféu Inconfidência foi criado em 2020 pela Federação Mineira de Futebol, a fim de ampliar o calendário de jogos das equipes do interior. Ele é disputado entre os times que chegam entre a 5ª e 8ª colocação.

O torneio ainda pode render uma classificação para a Copa do Brasil caso Minas tenha direito a uma vaga extra na competição nacional.

Foguinho e Paulo Henrique ficam fora

O Pousão terá dois grandes desfalques para a final desta quarta-feira: o lateral Foguinho e o centroavante Paulo Henrique, ambos machucados. Seus substitutos serão o lateral Charles e o atacante Johnny.

Como joga o Dragão: 1. Cairo; 2. Nando; 3. Robson; 4. Guilherme Paraíba; 5. Leandro Salino (capitão); 6. Charles; 7. Roldan; 8. Arilson; 9. johnny; 10. Erick; 11. Lucas Silva.

Foto: Divulgação/PAFC

Continuar lendo

Esporte

Nos pênaltis, Pousão vence a Caldense e pega a URT na final do Troféu Inconfidência

Publicado

no dia

Pousão vence a Caldense nos pênaltis e tenta sua terceira taça em três anos | Imagem: Ascom/PAFC

O Pouso Alegre venceu a Caldense nos pênaltis na tarde deste sábado, 01, e vai enfrentar a URT final do Troféu Inconfidência, na próxima quarta-feira.

Depois de um empate em 0 a 0 no tempo regular, a decisão foi para os pênaltis. O Dragão superou a Veterana por 6 a 5, se classificando para a final da competição. O atacante Vinicius mandou a bola no travessão, na sexta cobrança da Caldense, e Lucas Silva converteu para o Pousão, liquidando a fatura,

Os seis jogadores do Pousão que converterão suas cobranças foram: Roldan, Arilson, Pedrinho, Matheus Sousa, Charles e Lucas Silva. Pelo lado da Caldense, converteram Danilo, Guilherme Pessoa, Lucas Silva, Jonathan Costa e Verrone.

Imagem: Ascom/PAFC

Jogo morno e de baixa qualidade técnica

Apesar de valer vaga na final de um torneio, o jogo entre o Pouso Alegre e a Caldense deixou a desejar. Fraco tecnicamente, truncado no meio de campo e com pouquíssimas oportunidades de gol, nem parecia se tratar de uma semifinal.

Como ocorreu na derrota contra o Tombense, o Pousão sofreu com as ausências de Foguinho e Paulo Henrique, machucados, e de Andrey, que trocou o Dragão pelo Brusque.

Sem a vitalidade de Foguinho, a presença e poder de conclusão de Paulo Henrique e a armação de Andrey, a equipe só manteve sua consistência defensiva, mas quase não conseguiu criar jogadas.

Não fosse pela condução do experiente Leandro Salino no meio de campo, o time estaria em apuros.

A Caldense por sua vez, também não criou grandes oportunidades. Nas poucas vezes que chegou, aproveitou-se dos erros do Dragão na saída de bola e em jogadas de transições no meio de campo.

A grande final

O Pousão irá a Patos de Minas enfrentar a URT na próxima quarta-feira, 05. O jogo vale a taça, que seria a terceira consecutiva do Pousão em três anos, mas também pode significar vaga na Copa do Brasil caso Minas tenha direito a uma quinta vaga no torneio nacional.

Na primeira fase do Mineiro, o Pousão venceu a URT, no Manduzão, por 3 a 0, com gols de Paulo Henrique, Matheus Sousa e Johnny.

Continuar lendo

Mais lidas