® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Cotidiano

Zema anuncia auxílio de R$ 1.200 para cada pessoa desabrigada em Minas

Publicado

no dia

Em Pouso Alegre, 200 famílias foram afetadas pelas cheias e 16 foram para abrigo temporário em escola municipal | Imagem: arquivo/divulgação

Recursos serão repassados aos municípios que farão os pagamentos conforme cadastro de pessoas desabrigadas em cada cidade. Em Pouso Alegre, 200 famílias foram afetadas pelas cheias e 16 foram para abrigo temporário em escola municipal

Minas vai destinar R$ 1.200 por pessoa desabrigada ou desalojada no Estado em decorrência das fortes chuvas. A medida integra o plano Recupera Minas, anunciado nesta terça-feira (18) pelo governador Romeu Zema (Novo).

Romeu Zema ressaltou a necessidade da ajuda às vítimas. “Vamos criar o auxílio desabrigado, para que, quem teve suas casas destruídas, tenha condições de passar por esse momento tão difícil. Ou seja, uma família de cinco pessoas vai receber R$ 2 mil por mês”, afirmou Zema em coletiva virtual à imprensa.

O benefício será pago em três parcelas mensais de R$ 400 a partir de fevereiro, totalizando R$ 78 milhões em recursos estaduais e beneficiando mais de 60 mil pessoas.

Segundo o secretário-geral do Estado, Mateus Simões, estão contemplados nesse benefício eventual as pessoas registradas como desabrigadas ou desalojadas por seus municípios até esta segunda-feira (17/1).

“A operacionalização desse pagamento será feita pelos municípios, porque na lógica legal o controle da população desabrigada e desalojada é feita localmente, então será entregue ao município que deverá entregar às pessoas que estão previamente cadastradas. A data de corte desse benefício foi ontem (17/1). Então, estão contempladas todas as pessoas desabrigadas e desalojadas até ontem. Os municípios já haviam nos enviado as informações e os dados já superam 60 mil pessoas”, pontuou Simões.

Plano Recupera Minas

O plano Recupera Minas foi criado após força-tarefa do Estado para mapear os principais danos causados pelas chuvas e criar ações para recuperação dos estragos danos. Ao todo, serão R$ 600 milhões em recursos estaduais.

Os investimentos estaduais estão divididos em três eixos: auxílio às pessoas, apoio aos municípios e infraestrutura estadual. Um quarto eixo será formado por doações da sociedade civil em que o Governo de Minas dará suporte para que o apoio chegue aos municípios e às pessoas atingidas.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram

Cotidiano

Avenida em obras: acidente deixa duas pessoas feridas na Dique I

Publicado

no dia

Imagem: reprodução de redes sociais

Um veículo de passeio bateu na traseira de um caminhão na ponte que passa sobre a avenida Dique I, em Pouso Alegre. A via está em obras desde o início do ano. Ao menos duas pessoas foram socorridas pelo Samu com ferimentos leves.

O trecho onde ocorreu o acidente tem liberação intermitente para fluxo de veículos devido às obras. Ele é aberto às 17h e fechado às 7h. Foi por volta do horário de fechamento, na manhã de hoje, que ocorreu a colisão.

Quando o Samu se encaminhava para o local do acidente, o acesso já havia sido fechado. Foi preciso remover as barreiras para chegar até o local da colisão.

Um homem, que conduzia o veículo de passeio, e uma mulher, que seguia no banco do passageiro, foram socorridos com ferimentos leves e conscientes.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Cotidiano

Cidade de gelo: chuva de granizo deixa São Gonçalo do Sapucaí e Fernão Dias irreconhecíveis

Publicado

no dia

Uma forte chuva de granizo que caiu na tarde desta segunda-feira (03) em algumas cidades da região deixou trechos da Fernão Dias e cidades como São Gonçalo do Sapucaí cobertas de gelo.

Imagens impressionantes feitas por moradores e pessoas que transitavam pela rodovia mostram paisagens que lembram uma cidade após uma forte nevasca. O cenário, no entanto, resultou de uma tempestade de granizo que, em São Gonçalo do Sapucaí destelhou casas e prejudicou serviços básicos, como fornecimento de água e energia.

Ainda durante a tarde, o prefeito da cidade, Brian Drago (PSL) se reuniu com Polícia Militar e a Defesa Civil para criar uma sala de crise, a fim de fazer frente aos estragos provocados pela tempestade.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Cotidiano

Moradores reclamam que trecho da Dique I está sendo fechado antes das 7h

Publicado

no dia

Desde a última quinta-feira, 15, a prefeitura de Pouso Alegre anunciou a liberação do trecho da Avenida Dique 1, no sentido bairro, das 17h30 às 7h.

Mas diversos condutores entrarm em contato com o R24 para dizer que o horário não estaria sendo cumprido.

Foi o caso do professor Allysson Lima, que nestas terça e quarta-feira acabou chegando atrasado em seu trabalho por conta do fechamento antecipado da avenida.

“[São] 10 para as sete da manhã, a fila de carro… [eu] precisando ir trabalhar… O encarregado da obra não tá liberando a gente”, protesta o professor enquanto filma o interior de seu carro, frisando as horas marcadas no painel, e uma fila de carros parada no bloqueio.

O vídeo em questão é de terça-feira, 20. Nesta quarta-feira, 21, o professor voltou a ficar parado no bloqueio. O relógio de seu veículo marcava 6h55.

Obras e congestionamento

Desde que as avenidas Perimetral e Dique 1 foram parcialmente interditadas para obras, no início do ano, a ida e volta do trabalho virou motivo de aborrecimento para os pouso-alegrenses que precisam acessar a região.

Para chegar ao destino, é preciso enfrentar congestionamento e muita lentidão. Não tem jeito. Ou sai mais cedo ou vai chegar atrasado.

Para minimizar o problema, o prefeito Cel. Dimas (PSDB) anunciou na última semana, a abertura de um trecho da Dique 1, no sentido bairro, por tempo determinado, das 17h30 às 7h.

Mas os motoristas alegam que os horários não estariam sendo cumpridos. O R24 entrou em contato com a prefeitura, mas, até o fechamento deste texto a administração ainda não havia se posicionado. Tão logo ocorra, ele será incluído neste espaço.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Continuar lendo

Mais lidas