® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Cotidiano

Zema anuncia auxílio de R$ 1.200 para cada pessoa desabrigada em Minas

Publicado

no dia

Em Pouso Alegre, 200 famílias foram afetadas pelas cheias e 16 foram para abrigo temporário em escola municipal | Imagem: arquivo/divulgação

Recursos serão repassados aos municípios que farão os pagamentos conforme cadastro de pessoas desabrigadas em cada cidade. Em Pouso Alegre, 200 famílias foram afetadas pelas cheias e 16 foram para abrigo temporário em escola municipal

Minas vai destinar R$ 1.200 por pessoa desabrigada ou desalojada no Estado em decorrência das fortes chuvas. A medida integra o plano Recupera Minas, anunciado nesta terça-feira (18) pelo governador Romeu Zema (Novo).

Romeu Zema ressaltou a necessidade da ajuda às vítimas. “Vamos criar o auxílio desabrigado, para que, quem teve suas casas destruídas, tenha condições de passar por esse momento tão difícil. Ou seja, uma família de cinco pessoas vai receber R$ 2 mil por mês”, afirmou Zema em coletiva virtual à imprensa.

O benefício será pago em três parcelas mensais de R$ 400 a partir de fevereiro, totalizando R$ 78 milhões em recursos estaduais e beneficiando mais de 60 mil pessoas.

Segundo o secretário-geral do Estado, Mateus Simões, estão contemplados nesse benefício eventual as pessoas registradas como desabrigadas ou desalojadas por seus municípios até esta segunda-feira (17/1).

“A operacionalização desse pagamento será feita pelos municípios, porque na lógica legal o controle da população desabrigada e desalojada é feita localmente, então será entregue ao município que deverá entregar às pessoas que estão previamente cadastradas. A data de corte desse benefício foi ontem (17/1). Então, estão contempladas todas as pessoas desabrigadas e desalojadas até ontem. Os municípios já haviam nos enviado as informações e os dados já superam 60 mil pessoas”, pontuou Simões.

Plano Recupera Minas

O plano Recupera Minas foi criado após força-tarefa do Estado para mapear os principais danos causados pelas chuvas e criar ações para recuperação dos estragos danos. Ao todo, serão R$ 600 milhões em recursos estaduais.

Os investimentos estaduais estão divididos em três eixos: auxílio às pessoas, apoio aos municípios e infraestrutura estadual. Um quarto eixo será formado por doações da sociedade civil em que o Governo de Minas dará suporte para que o apoio chegue aos municípios e às pessoas atingidas.


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram

Cotidiano

Curadora é presa por maus-tratos a mulher de 58 anos com problemas mentais

Publicado

no dia

Imagem: ilustrativa

Vítima foi encontrada caída em sua residência, sem cuidados mínimos de higiene, acompanhada de uma criança. A curadora não tem parentesco com a vítima, mas exerce o papel de sua responsável legal

Uma mulher de 36 anos foi presa na tarde desta quinta-feira, 12, no bairro Jardim Redentor, em Pouso Alegre, por maus-tratos a uma mulher de 58 anos com problemas mentais e debilidade física, de quem é responsável legal.

O caso precisou da intervenção da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. A força policial foi acionada por funcionários da Secretaria de Saúde de Pouso Alegre, que fazem o acompanhamento médico e social da mulher. O acionamento foi feito depois que a equipe não conseguiu acesso à casa da vítima.

“Foi narrado pelos funcionários da prefeitura às guarnições policiais que nesta ocasião, ao tentarem acessar a casa, não se fazia presente nenhum responsável legal pela mulher curatelada, estando no local apenas uma menor impúbere [criança]. Em razão disso, foi acionado o serviço policial para garantia do trabalho de saúde dos funcionários da prefeitura à mulher”, registra o informe policial.

Ainda de acordo com o informe, a equipe de saúde que tentava acesso à residência, ainda do lado de fora, conseguiu visualizar a vítima, que além de problemas mentais tem debilidade nos membros superiores. Ela estava caída ao solo “logo na entrada de um pequeno recinto, estando suja e sem os cuidados higiênicos básicos e os relacionados a saúde”.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado para prestar os primeiros atendimentos à vítima. Após ser localizada, sua curadora garantiu que o ocorrido se trataria de um episódio isolado, mas não adiantou, ela foi detida e conduzida até à delegacia em flagrante por maus-tratos.

Por se tratar de maus-tratos, com pena máxima inferior a dois anos, a curadora assinou um Termo Circunstanciado e se comprometeu a comparecer em juízo, sendo liberada em seguida.

Continuar lendo

Cotidiano

Dupla arromba caminhão e furta 200 quilos de carne em Pouso Alegre

Publicado

no dia

Dois homens, de 27 e 46 anos, foram presos em Pouso Alegre (MG) nesta quinta-feira, 12, depois de furtarem uma carga de 200 quilios de carne e outras mercadorias.

A polícia chegou até a dupla por meio de uma denúncia anônima, dando conta que eles estavam fazendo o transbordo da carga de um caminhão para um automóvel na região central da cidade.

Viaturas policiais se deslocaram para o local da denúncia, dando o flagrante na dupla, que fugiu do local, dando início a uma perseguição.

“O veículo seguiu pela avenida Antônio Mariosa, sentido à avenida Vereador Antônio da Costa Rios, adentrando no bairro São Geraldo”, registra o informe da PM.

Já no interior do bairro São Geraldo, os dois homens abandonaram o veículo e tentaram se esconder em um córrego, mas acabaram presos pelos policiais.

“Ao ser verificado o automóvel abandonado pelos autores, constatou-se que no seu interior havia oito caixas de carnes, uma caixa contendo vários brinquedos, uma caixa contendo achocolatados e outra caixa contendo compensados de madeira”, segue o informe da PM.

No carro em que a dupla estava, além das oito caixas, com 200 quilos de carne, a polícia localizou caixas com brinquedos e achocolatados.

Embora confirmassem o furto da carne, os dois homens não souberam apontar a origem das demais mercadorias. O motorista do caminhão arrombado pela dupla confirmou a origem das caixas de carne, atestando que toda a carga fora recuperada.

A dupla foi presa em flagrante e encaminhada para a delegacia de Pouso Alegre.

Continuar lendo

Cotidiano

Mary Hellen é condenada a 9 anos e 6 meses na Tailândia por tráfico de drogas

Publicado

no dia

A pouso-alegrense Mary Hellen Coelho, presa na Tailândia por tráfico internacional de drogas, foi condenada a 9 anos e seis meses de prisão. A informação foi repassada à imprensa por uma de suas advogadas, Kaelly Cavoli Moreira.

Mary Hellen teria recebido a sentença ontem (quarta-feira,11), mas seus advogados só tomaram conhecimento da condenação na madrugada de hoje, após receberem um e-mail do consulado brasileiro.

Embora não tenham tido acesso à íntegra da sentença, os advogados avaliam a pena com bons olhos.

“A gente teve uma pena muito positiva, melhor do que a gente esperava. Nós estávamos contando com 50 anos de prisão, mas já tínhamos descartado a pena de morte e a prisão perpétua. Estamos caminhando para uma pena humana, o mundo precisa ir na contramão de penas desumanas”, declarou a advogada ao G1.

Extradição

Após terem acesso ao teor completo da sentença, os advogados de Mary Hellen devem dar entrada no processo para tentar extraditar a jovem.

Segundo a advogada, do total da pena aplicada a Mary Hellen, 2 anos são por crime civil, e 7 anos e 6 meses são por crime penal.

Continuar lendo

Mais lidas