® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Cotidiano

Pouso Alegre é alvo de ação da PF contra fraudes no auxílio emergencial

Publicado

no dia

Pouso Alegre é uma das 39 cidades mineiras alvos de mais uma operação da Polícia Federal contra fraudes no recebimento do Auxílio Emergencial. A ação desencadeada nesta quinta-feira, 18, foi batizada de “Terceira Parcela” por ser a terceira etapa do trabalho iniciado em 10 de novembro que envolve diversos órgãos públicos.

As autoridades buscam provas e a identificação de fraudadores do benefício criado para ajudar com uma renda básica aquelas pessoas com dificuldades financeiras durante a pandemia.

Os alvos da PF são membros de organizações criminosas que utilizavam o benefício de quem não o havia solicitado para pagar boletos, por exemplo. A investigação parte de reclamações feitas na Caixa Econômica Federal (CEF), banco responsável por realizar o pagamento, e o cruzamento de dados pessoais dos suspeitos no núcleo de inteligência da PF.

Além da PF, a Estratégia Integrada contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial conta com ação do Ministério da Cidadania, a Caixa Econômica Federal, o Ministério Público Federal (MPF), a Receita Federal (RF), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU).

As cidades onde haverá a execução de mandados de busca e apreensão em Minas nesta quinta-feira são: Pouso Alegre, Poços de Caldas, Belo Horizonte, Betim, Caetanópolis, Campanha, Campestre, Contagem, Cristiano Otoni, Divinópolis, Dores de Campos, Governador Valadares, Itamarandiba, Ituiutaba, Jaíba, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Luz, Machado, Mateus Leme, Montes Claros, Mutum, Nova Lima, Paracatu, Paraopeba, Passos, Patos de Minas, Presidente Olegário, Ribeirão das Neves, Sabará, Salinas, Santa Maria de Itabira, Santo Antônio do Monte, São João Nepomuceno, Sete Lagoas, Uberlândia, Unaí, e Volta Grande.

Cotidiano

Operação Dínamo prende 15 por tráfico e associação para o crime em Itajubá

Publicado

no dia

Uma grande operação policial prendeu 15 pessoas investigadas por tráfico, associação para o crime, ocupação irregular de imóveis e uso clandestino de serviços e fornecimento de água e luz em Itajubá, no Sul de Minas Gerais.

Denominada ‘Operação Dínamo’, a ação foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (12/5) e contou com a participação das polícias Civil, Militar e Penal de Minas Gerais, Ministério Público e Guarda Municipal de Itajubá.

Ao todo, 250 policiais e guardas municipais cumpriram 31 mandados de busca e apreensão, além de um mandado de prisão contra um foragido. Outras 14 prisões e apreensões em flagrante também foram executadas.

Os trabalhos também contaram com o apoio de cães farejadores e uma aeronave, além de uma retroescavadeira que demoliu as construções precárias e irregulares no interior do condomínio Novo Horizonte.

De acordo com a Polícia Civil, a operação resultou de mais de três meses de investigações e levantamentos de informações.

Até o momento, foram apreendidos cerca de 30 quilos de drogas, entre maconha, skank, crack e cocaína, pássaros criados ilegalmente, cerca de R$ 50 mil em dinheiro e cheques, um simulacro de arma de fogo e 12 aparelhos celulares que serão usados para as investigações.

 

Continuar lendo

Cotidiano

Apreendido adolescente que participou de assalto a loja em que família foi feita refém

Publicado

no dia

Adolescente indicou a participação de outros dois homens no assalto a uma loja de Borda da Mata. Proprietário, sua esposa e filha pequena foram feitos reféns durante a ação e ameaçados de morte

Foi apreendido em Pouso Alegre um adolescente de 16 anos que confessou ter participado do assalto a uma loja de Borda da Mata na tarde de ontem, 11. Ele e um outro homem, este armado, invadiram o estabelecimento e fizeram o proprietário, sua esposa e filha pequena reféns, enquanto subtraíam itens do local.

A dupla amarrou o dono da loja e ameaçou matar a família durante o assalto. Eles ainda reclamaram do choro da criança, que estava no colo da mãe.

De acordo com a PM, os assaltantes levaram celulares, frascos de perfumes e bebida alcoólica do estabelecimento. Eles teriam deixado o local andando em direção à Avenida João Olivo Megale, onde teriam embarcado em Uno e fugido em direção desconhecida.

Assalto teve participação de três pessoas

Ao ser apreendido pela polícia, o adolescente indicou outros dois homens que teriam participado do assalto. A polícia afirma já ter a identidade da dupla. As investigações ficarão a cargo da Polícia Civil a partir de agora.

Assaltantes ameaçam matar a família

Imagens captadas pelas câmeras de segurança, registraram as ameaças. “Não tem dinheiro não? Não tem? É certeza?”, indaga o assaltante que está com a mochila na mão recolhendo eletrônicos da loja.

A mulher diz que não tem dinheiro ao que o assaltante que está armado ameaça: “Pra nóis centar o pau em vocês aqui é dois palitos. Nós mata oceis e some, nem polícia acha nóis”, diz o assaltante enquanto aponta a arma para o proprietário da loja.

O dono da loja, por sua vez, argumenta que os pertences da loja era tudo que ele tinha e pede que os assaltantes não machuquem sua família. Durante todo o assalto ele mantém um diálogo com os assaltantes, ressaltando que eles poderiam pegar o que quiser, contanto que não machucassem sua família.

Mesmo com a cooperação do proprietário da loja, a dupla manteve uma postura agressiva, com ameaças, em alguns momentos, chega a reclamar do choro da criança.

A certa altura, o homem que está armado recebe uma ligação e diz: “A gente está pegando aqui, pode ficar de boa”, indicando que eles recebiam suporte de um terceiro comparsa fora da loja, o que seria confirmado posteriormente pelo adolescente preso.

Continuar lendo

Cotidiano

Vídeo: assaltantes armados invadem loja em Borda da Mata e fazem família refém

Publicado

no dia

Assaltantes fazem família refém em loja de Borda da Mata | Imagem: reprodução

Dupla manteve reféns proprietário da loja, sua mulher e filha pequena, que estava no colo da mãe. Enquanto roubavam o estabelecimento, assaltantes ameaçavam matar a família e reclamavam do choro da criança

Assaltantes invadiram uma loja de vestuário e eletrônicos nesta terça-feira, 11, em Borda da Mata, no Sul de Minas Gerais, e fez uma família refém. A ação ocorreu no início da tarde e foi registrada por câmeras de segurança do estabelecimento.

As imagens mostram que ao menos um dos assaltantes estava armado. Eles dominaram o dono da loja, amarrando suas mãos e mantiveram refém sua mulher e filha pequena, que estava no colo da mãe, enquanto colocavam pertences da loja em uma mochila.

Nas imagens captadas pelas câmeras de segurança, é possível ouvir quando um dos assaltantes diz que a dupla seria de São Paulo e não teria nada a perder.

“Não tem dinheiro não? Não tem? É certeza?”, indaga o assaltante que está com a mochila na mão recolhendo eletrônicos da loja.

A mulher diz que não tem dinheiro ao que o assaltante que está armado ameaça: “Pra nóis centar o pau em vocês aqui é dois palitos. Nós mata oceis e some, nem polícia acha nóis”, diz o assaltante enquanto aponta a arma para o proprietário da loja.

O dono da loja, por sua vez, argumenta que os pertences da loja era tudo que ele tinha e pede que os assaltantes não machuquem sua família. Durante todo o assalto ele mantém um diálogo com os assaltantes, ressaltando que eles poderiam pegar o que quiser, contanto que não machucassem sua família.

Mesmo com a cooperação do proprietário da loja, a dupla manteve uma postura agressiva, com ameaças, em alguns momentos, chega a reclamar do choro da criança.

A certa altura, o homem que está armado recebe uma ligação e diz: “A gente está pegando aqui, pode ficar de boa”, indicando que eles recebiam suporte de um terceiro comparsa fora da loja.

A dupla teria fugido em um Fiat Uno com placas de Borda da Mata. Ainda não há informações sobre qual direção eles teriam tomado.

A Polícia Militar de Borda da Mata trabalha na captura dos assaltantes. Um menor de 18 anos já teria sido detido e reconhecido por uma das vítimas. Apesar de terem afirmado que seriam de São Paulo, ao menos um de dois suspeitos já identificados são do bairro São Cristovão, em Pouso Alegre.

Continuar lendo

Mais lidas