® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Cotidiano

PC de Pouso Alegre chega a bando suspeito de furtar mais de 400 cabeças de gado

Publicado

no dia

Nesta segunda-feira, quatro homens tentaram furtar gado em uma fazenda de Minduri. Um deles já era alvo da operação da Polícia Civil. Eles acabaram presos pelo PM - Foto: Polícia Militar

Detetives da delegacia regional de Pouso Alegre prenderam na manhã desta terça-feira, 16, três homens suspeitos de integrarem uma quadrilha de furto a gado que atuava na região Sul de Minas. As prisões ocorreram no âmbito da ‘Operação Nelore’. Os alvos da ação policial podem ter sido responsáveis por furtar até 400 animais em pelo menos seis cidades da região, incluindo Pouso Alegre.

Os homens de 37, 44 e 45 anos foram presos em suas residências, localizadas em diferentes cidades do interior de São Paulo: Santa Isabel, Nazaré Paulista e Igaratá. Além deles, um homem de 24 anos, também suspeito de integrar a quadrilha e com mandado de prisão em aberto por conta da investigação da PC, acabou sendo preso ontem, mas, neste caso, em ação da Polícia Militar, durante uma tentativa frustrada de furto de gado em Minduri (MG).

Outras três pessoas também foram presas na ação da PM. Embora não houvesse mandados de prisão abertos contra o trio, as autoridades trabalham com a hipótese de que eles também façam parte da quadrilha.

As investigações

O delegado regional de Polícia Civil, Renato Gavião, explica que as investigações já duram meses. A localização dos suspeitos em solo paulista era um dos entraves para identificá-los. Havia ainda o fato de as incursões da quadrilha se darem sempre à noite, na zona rural das cidades do Sul de Minas.

“Eles estavam causando muito prejuízo para os produtores rurais. A Polícia Civil estava muito preocupada, querendo resolver este problemas social”, conta. Mas a forma de atuação da quadrilha e a longa extensão de faixa de estradas rurais, mais de 10 mil quilômetros, tornava árdua a missão dos detetives.

Mas as investigações renderam os primeiros frutos e a Polícia Civil passou a monitorar os suspeitos até obter a autorização da Justiça para a prisão preventiva nesta terça-feira. De acordo com o delegado, as prisões de hoje são apenas a primeira etapa dos trabalhos.

“Vai ter outras fases, que vão resultar em outras prisões. Esse daqui é o começo da operação”, afirma o delegado. Segundo ele, as primeiras prisões já devem inibir a atuação da quadrilha na região. O bando teria furtado gado de produtores rurais de ao menos seis cidades do Sul de Minas: Pouso Alegre, São Gonçalo do Sapucaí, Cambuí, Careaçu, Munhoz e São Sebastião da Bela Vista.

Os presos devem responder por organização criminosa, furto qualificado e outros delitos. Eles foram encaminhados para o presídio de Santa Rita do Sapucaí, onde ficam à disposição da Justiça.

Publicidade
Comentários

Cotidiano

Radialista e ex-candidato a prefeito por Pouso Alegre morre por complicações da Covid-19

Publicado

no dia

Faleceu nesta quarta, 12, em Pouso Alegre, aos 54 anos, o radialista e servidor público Eduardo Ferreira Pinto, o Eduardo da Rádio.

Ele estava internado no Hospital das Clínicas Samuel Libânio e não resistiu às complicações da Covid-19, doença que já vitimou mais de 300 pouso-alegrenses.

Eduardo ficou ainda mais conhecido na cidade no ano passado, quando chegou a formalizar sua candidatura a prefeito pelo Partido dos Trabalhadores, mas acabou renunciando após ter seu nome impugnado pelo Ministério Público.

Natural de Varginha, o radialista foi servidor público municipal de carreira na prefeitura de Pouso Alegre. No rádio, teve passagem por emissoras de Poços de Caldas, Varginha. Em Pouso Alegre, onde passou a maior parte de sua vida, trabalho em emissoras como a Clube e a Band FM.

Por se tratar de óbito relacionado à Covid-19, não haverá velório.

Continuar lendo

Cotidiano

Operação Dínamo prende 15 por tráfico e associação para o crime em Itajubá

Publicado

no dia

Uma grande operação policial prendeu 15 pessoas investigadas por tráfico, associação para o crime, ocupação irregular de imóveis e uso clandestino de serviços e fornecimento de água e luz em Itajubá, no Sul de Minas Gerais.

Denominada ‘Operação Dínamo’, a ação foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (12/5) e contou com a participação das polícias Civil, Militar e Penal de Minas Gerais, Ministério Público e Guarda Municipal de Itajubá.

Ao todo, 250 policiais e guardas municipais cumpriram 31 mandados de busca e apreensão, além de um mandado de prisão contra um foragido. Outras 14 prisões e apreensões em flagrante também foram executadas.

Os trabalhos também contaram com o apoio de cães farejadores e uma aeronave, além de uma retroescavadeira que demoliu as construções precárias e irregulares no interior do condomínio Novo Horizonte.

De acordo com a Polícia Civil, a operação resultou de mais de três meses de investigações e levantamentos de informações.

Até o momento, foram apreendidos cerca de 30 quilos de drogas, entre maconha, skank, crack e cocaína, pássaros criados ilegalmente, cerca de R$ 50 mil em dinheiro e cheques, um simulacro de arma de fogo e 12 aparelhos celulares que serão usados para as investigações.

 

Continuar lendo

Cotidiano

Apreendido adolescente que participou de assalto a loja em que família foi feita refém

Publicado

no dia

Adolescente indicou a participação de outros dois homens no assalto a uma loja de Borda da Mata. Proprietário, sua esposa e filha pequena foram feitos reféns durante a ação e ameaçados de morte

Foi apreendido em Pouso Alegre um adolescente de 16 anos que confessou ter participado do assalto a uma loja de Borda da Mata na tarde de ontem, 11. Ele e um outro homem, este armado, invadiram o estabelecimento e fizeram o proprietário, sua esposa e filha pequena reféns, enquanto subtraíam itens do local.

A dupla amarrou o dono da loja e ameaçou matar a família durante o assalto. Eles ainda reclamaram do choro da criança, que estava no colo da mãe.

De acordo com a PM, os assaltantes levaram celulares, frascos de perfumes e bebida alcoólica do estabelecimento. Eles teriam deixado o local andando em direção à Avenida João Olivo Megale, onde teriam embarcado em Uno e fugido em direção desconhecida.

Assalto teve participação de três pessoas

Ao ser apreendido pela polícia, o adolescente indicou outros dois homens que teriam participado do assalto. A polícia afirma já ter a identidade da dupla. As investigações ficarão a cargo da Polícia Civil a partir de agora.

Assaltantes ameaçam matar a família

Imagens captadas pelas câmeras de segurança, registraram as ameaças. “Não tem dinheiro não? Não tem? É certeza?”, indaga o assaltante que está com a mochila na mão recolhendo eletrônicos da loja.

A mulher diz que não tem dinheiro ao que o assaltante que está armado ameaça: “Pra nóis centar o pau em vocês aqui é dois palitos. Nós mata oceis e some, nem polícia acha nóis”, diz o assaltante enquanto aponta a arma para o proprietário da loja.

O dono da loja, por sua vez, argumenta que os pertences da loja era tudo que ele tinha e pede que os assaltantes não machuquem sua família. Durante todo o assalto ele mantém um diálogo com os assaltantes, ressaltando que eles poderiam pegar o que quiser, contanto que não machucassem sua família.

Mesmo com a cooperação do proprietário da loja, a dupla manteve uma postura agressiva, com ameaças, em alguns momentos, chega a reclamar do choro da criança.

A certa altura, o homem que está armado recebe uma ligação e diz: “A gente está pegando aqui, pode ficar de boa”, indicando que eles recebiam suporte de um terceiro comparsa fora da loja, o que seria confirmado posteriormente pelo adolescente preso.

Continuar lendo

Mais lidas