Cotidiano

Homem é preso após invadir casa de família e estuprar mãe e filha em Santa Rita

Publicado

no dia

Imagem: ilustração/arquivo

Um homem de 42 anos foi preso nesta terça-feira, 9 de julho, após invadir a residência de uma família em Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas, e estuprar uma mulher de 39 anos e sua filha de 10 anos. O crime ocorreu no domingo, 7 de julho, quando o suspeito anunciou um assalto e cometeu os atos violentos enquanto outra criança da família permaneceu amarrada (delegado fala sobre o caso – veja o vídeo abaixo).

> Siga o R24 no Instagram
> Acesse o canal do R24 no WhatsApp
> Acesse a Comunidade de WhatsApp do R24

Homem usou faca para dominar família

O criminoso invadiu a casa armado com uma faca e dominou a mulher de 39 anos e seus dois filhos, um adolescente de 13 anos e uma menina de 10 anos. Ele amarrou o adolescente em um dos cômodos da casa e levou mãe e filha para outro local da residência, onde as violentou, segundo a Polícia Civil.

Na sequência, o autor deixou a casa levando uma bicicleta da família e pequena quantidade em dinheiro.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) representou pela prisão preventiva do suspeito na segunda-feira, 8 de julho, após tomar conhecimento dos fatos e iniciar as investigações. Segundo a polícia, o autor já era foragido da justiça paulista, beneficiado pela saída temporária em junho de 2024 e não retornando desde então. Ele cumpre pena em São Paulo por roubo, latrocínio e estupro.

O delegado Hélio Evangelista de Mattos Júnior, responsável pelo caso, solicitou a prisão temporária do suspeito. Na manhã de terça-feira, o investigado foi capturado pela Polícia Militar e encaminhado ao sistema prisional. A PCMG ouviu as vítimas e várias testemunhas, prometendo concluir o inquérito nos próximos dias.

Quer receber notícias de Pouso Alegre e região e ser informado sobre as vagas de emprego diretamente no seu WhatsApp? Acesse o canal do R24 no WhatsApp


Não perca nada. Siga o R24 nas redes sociais:
Canal do WhatsApp| Facebook | Youtube | Instagram | Grupo de WhatsApp | Telegram | Twitter

Mais lidas

Sair da versão mobile