® 2021 Rede Moinho 24 • Notícias de Pouso Alegre e região •

Brasil

Confira o que falta para o novo auxílio emergencial ser pago e seu provável valor

Publicado

no dia

Novo auxílio emergencial está perto de ser aprovado no Congresso. Valores podem variar entre R$ 100 e R$ 360 e seriam pagos em 4 parcelas | Imagem: Agência Brasil

O Senado aprovou nesta quinta-feira, 04, em segundo turno, a PEC que abre caminho para a criação do novo Auxílio Emergencial. O texto, que agora segue para análise da Câmara dos Deputados, cria mecanismos de ajuste fiscal e estipula o valor total de R$ 44 bilhões para serem gastos com o pagamento do novo auxílio.

Se o texto for aprovado em dois turnos pela Câmara dos Deputados e sem alterações, ela retorna ao Senado para ser promulgada. Se tiver alteração, ela volta a ser apreciada pelo Senado. Terminado este processo ainda será preciso definir o valor do auxílio, o número de parcelas a serem pagos, o número e o perfil de brasileiros que terão direito ao benefício.

Qual será o valor do auxílio?

Caso o valor total a ser pago permaneça em R$ 44 bilhões, é muito provável que o valor do auxílio varie entre R$ 162 e 367, a depender do número de pessoas contempladas, o que pode variar entre 30 e 67 milhões de pessoas. Como já fica claro aqui, o valor a ser pago será bastante inferior ao do ano passado, quando R$ 288 bilhões foram pagos, em parcelas iniciais de R$ 600 e depois de R$ 300, a 67,9 milhões.

O governo federal já discutiu pagar quatro parcelas de R$ 250 a R$ 300. Agora, fala também na possibilidade de adotar valores variáveis. Para beneficiários que não tenham filhos ou dependentes, a equipe econômica defende parcelas mais baixas, com valores de R$ 125, R$ 150 ou R$ 175.

O patamar de R$ 150 atualmente é o mais provável. No caso das mulheres chefes de família, o pagamento pode ser de R$ 375 por mês. O valor seria 50% mais alto do que o benefício padrão.

Quantas parcelas serão pagas e quando?

O início dos pagamentos dependem da aprovação da PEC Emergencial no Congresso, mas o governo federal trabalha para que eles sejam feitos em quatro parcelas, de março a junho.

Quem terá direito?

Ainda não há informações sólidas a respeito. Mas já é possível afirmar que os critérios serão mais rígidos do que o ano passado, já que a ideia é que o novo auxílio seja pago para, no máximo, 40 milhões de pessoas, 27,9 milhões a menos do que em 2020.

Com agências

Brasil

Ao vivo: Bolsonaro, Biden e outros líderes discursam em cúpula do clima

Publicado

no dia

Continuar lendo

Brasil

Siga ao vivo: STF julga se mantém decisão que anulou condenações de Lula

Publicado

no dia

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) julga nesta quarta-feira (14) o Habeas Corpus (HC) 193.726, decidido pelo ministro Edson Fachin no dia 8 de março, que considerou que 13ª Vara Federal de Cutiriba seria incompetente para julgar os casos do ex-presidente Lula (PT), determinando que estes fossem enviado a Brasília.

Na prática, a decisão monocrática de Fachin anularam as condenações de Lula, devolvendo seus direitos políticos.

Continuar lendo

Brasil

Siga ao vivo: STF julga se Senado deve instalar CPI da Covid-19

Publicado

no dia

O plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) julga se o Senado deve instalar a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid para investigar a conduta do governo federal durante a pandemia.

O presidente da Corte, Luiz Fux, pautou o julgamento no sábado (10), um dia após Jair Bolsonaro (sem partido) criticar o ministro Luís Roberto Barroso por causa da liminar que determinou a abertura da CPI.

Continuar lendo

Mais lidas